Abaporu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abaporu
Autor Tarsila do Amaral
Data 1928
Técnica óleo sobre tela
Dimensões 85 cm  × 72 cm 
Localização Museu de Arte Latino-americana
de Buenos Aires (MALBA), Buenos Aires

Abaporu é uma pintura a óleo da artista brasileira Tarsila do Amaral.

Hoje é a tela brasileira mais valorizada no mundo, tendo alcançado o valor de US$ 2,5 milhões, pago pelo colecionador argentino Eduardo Costantin em 1995 em leilão realizado na Christies. Anteriormente pertencia ao empresário brasileiro Raul Forbes desde 1985.

Foi pintada em óleo sobre tela em 1928 por Tarsila do Amaral como presente de aniversário ao escritor Oswald de Andrade, seu marido na época. O nome da obra foi conferido por ele e pelo poeta Raul Bopp, que indagou a Oswald ao ver o quadro: "Vamos fazer um movimento em torno desse quadro?"[1] Os dois escritores escolheram um nome para a obra, que veio a ser Abaporu, que vem dos termos em tupi aba (homem), pora (gente) e ú (comer), significando "homem que come gente" [2]. E também é uma referência para a criação da Antropofagia modernista brasileira, ou Movimento Antropofágico, que se propunha a deglutir a cultura estrangeira e adaptá-la ao Brasil.

A obra encontra-se exposta no Museu de arte latino-americana de Buenos Aires (MALBA).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.