Abdal Haque II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abdal Haque II
Nascimento 1419
Morte 14 de agosto de 1465 (46 anos)
Fez
Cidadania Al-Andalus
Progenitores Pai:Abuçaíde Otomão III
Ocupação político

Abdal Haque II, também conhecido por seu nome completo Abu Maomé Abdal Haque, foi rei de Fez entre 1420 e 14 de agosto de 1465.[1] Era filho de Abuçaíde Otomão III.

Foi atacado em 1437 pelos irmãos de D. Duarte, rei de Portugal, que impuseram cerco a Tânger.[1] Foi nessa expedição que caiu prisioneiro o Infante D. Fernando, o "infante santo". Perdeu Alcácer Ceguer para os portugueses em 1458.[1] Este sultão morreu assassinado e com ele acabou a dinastia merínida.

Precedido por
Abuçaíde Otomão III
Icone-Islam.svg
Rei de Marrocos

1420 - 1465
Sucedido por
Período de Anarquia (Mulei Xeque (14721504) - Dinastia Oatácida)
Precedido por
Abuçaíde Otomão III
Sultão merínida
1420 - 1465
Sucedido por
(Último)

Referências

  1. a b c Serrão, Joel. «Abdalaque ou Abde Alaque». Dicionário de História de Portugal. 1. Porto: Livraria Figueirinhas e Iniciativas Editoriais. p. 4. 3500 páginas 
  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.