Abe no Yoritoki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abe no Yoritoki (安倍頼時 ?) foi o chefe do clã Abe dos Emishi que foram autorizados a governar os seis distritos Emishi (Iwate, Hienuki, Shiwa, Isawa, Esashi e Waga) na Bacia do Rio Kitakami entre Morioka e Hiraizumi no que é hoje a Província de Iwate.

Enquanto a maioria das províncias foram supervisionados por apenas um governador, Mutsu, na atual região de Tohoku , teve um Chinjufu Shogun (Defensor do Norte), general encarregado de controlar os nativos Emishi , que haviam sido subjugados quando os japoneses tomaram a região no Século IX. Historicamente, este posto foi sempre assumido por um membro do Clã Abe [1] , e havia muitos conflitos entre o general Abe , e o governador com relação ao controle administrativo da província.

Em 1050, o general supervisionava os Ainus era Abe no Yoritoki , que cobrava impostos e confiscava propriedades por conta própria, raramente sem dar qualquer satisfação ao governador da província. O governador mandou um comunicado para a capital em Kyoto pedindo ajuda, e como resultado, Minamoto no Yoriyoshi foi indicado governador e comandante-em-chefe com o controle sobre os nativos. Foi em seguida, enviado com seu filho Minamoto no Yoshiiede quinze anos, para parar o Clã Abe.

Depois de 7 anos de luta contra Minamoto no Yoriyoshi, Abe no Yoritoki é morto em combate em 28 de agosto de 1057, trespassado por uma flecha [2]

Referências

  1. Jacques Edmund Joseph Papinot (1906). Dictionnaire d'histoire et de Géographie du Japon (PDF) (em francês) (Tokyo: Librarie Sansaisha). 
  2. Edward J. Reed (1879). Japan: Its History, Traditions, and Religions (PDF) (em inglês) (Cambridge: Cambridge University Press). ISBN 9781108045681. 


Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.