Abel Alonso Núñez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abel Alonso Núñez, O. de M.
Bispo da Igreja Católica
Diocese de Campo Maior
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 22 de dezembro de 1945
Ordenação episcopal 24 de setembro de 1971
Lema episcopal Tu Nos Pasci
Você nos alimenta
Brasão episcopal
Brasão de Dom Abel Alonso Núñez.png
Dados pessoais
Nascimento EspanhaRiós, 14 de junho de 1921
Morte BrasilCampo Maior, 8 de março de 2003
Assinatura {{{assinatura_alt}}}
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Abel Alonso Núñez, O. de M. (Riós, 14 de junho de 1921Campo Maior, 8 de março de 2003) foi um bispo católico espanhol, e Bispo da Diocese de Campo Maior.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em 1921 em uma pequena cidade da província d de Orense, na Espanha onde foi batizado no dia 16 de agosto do mesmo ano e onde també se crismou em 24 de maio de 1923. Ingressou na Ordem dos Mercedários no dia 21 de novembre de 1934; no convento maior de Poyo se formou em filosofia e em teologia; foi ordenado sacerdote, por Dom Rafael Balanjá e Navarro, em 22 de dezembro de 1945, celebrou sua primeira misa em 29 de dezembro do ano ide, no covendo dos Mercedários, em Verin, Orense. De 1945 a 1948 foi professor no Colégio Tirso de Molina, em El Ferrol, daí sendo transferido para ser o vigário da Casa de Olivenza, em 1951 é transferido para El Ferrol, agora para ser diretor do colégio onde fora professor e a instituição alcançou grande prestígio durante sua administração[1].

Na Bolívia[editar | editar código-fonte]

Em 1953 foi enviado para o Convento de La Paz, na Bolívia e aí sendo vigário coadjutor da paróquia e sendo nomeado superior conventual em que, junto com o pároco titular, desenvolveu trabalhos que resultaram na construção de uma igreja maior e na construção da residência conventual[2].

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 1960 foi enviado para o Rio de Janeiro para ser superior conventula e o pároco da igreja das Mercês, em Ramos. Em 24 de setembro de 1971 foi elevado ao episcopado por decreto do papa Paulo VI, sua ordenação foi em 24 de setembro de 1971, na igreja matriz de Nossa senhora das Mercês, no Rio de Janeiro, e sendo nomeado bispo auxiliar de Dom José Vasquez Diaz na Diocese de Bom Jesus do Gurgueia, no estado do Piauí. Em 31 de março de 1976 o papa Paulo VI o envia para ser o primeiro bispo da Diocese de Campo Maior ao que foi empossado no dia 12 de junho de 1976[3][4].

Serviço pastoral[editar | editar código-fonte]

A edição especial da revista O Bom Pastor, editada em 2003 pela Diocese de Campo Maior tem os seguintes dados sobre o mandato pastoral de Dom Abel Alonso Nuñes. Ei-los:

"38 ordenações; 180 mil batizados; 35 mil casamentos; 40 mil confirmações; 82 mil primeiras comunhões; 21 novas igrejas; 28 novas casas paroquiais; 18 igrejas pró-paróquiais assistidas por freiras; 17 casas de freiras; 10 salões paroquiais; 50 capelas comunitárias; 1720 visitas; 560 mil Km rodados; 4 creches; 1 centro diocesano;. Ação Social: distribuição de sementes, escavações de poços; construções de reservatórios d'água; manutenção de creches; assistência média sistemática dirigida de modo particular aos tuberculosos e hansenianos, etc"[5].

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. LIMA, Reginaldo Gonçalves de. Geração Campo Maior: anotações para uma enciclopédia. Teresina; Gráfica Junior, 1995
  2. Revista da Academia Campomaiorense de Artes e Letras. Campo Maior - Ano I, N° 1; ACALE, 2013
  3. BASTOS, Cláudio de Albuquerque. Dicionário histórico e geográfico do estado do Piauí. Teresina, FCMC/PMT, 1994
  4. Revista do IHGP, Teresina, numero 6, ano 57, julho de 1975
  5. Revista O Bom Pastor, edição especial da Diocese de Campo Maior. Na edição não ha a data, mas foi logo apo´s o falecimento de Dom Abel Alonso, em 2003.
Precedido por
-
Brasão episcopal.
Bispo de Campo Maior

1976 a 2000
Sucedido por
Dom Eduardo Zielski
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.