Abel Repolho Correia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Abel Repolho Correia
Ministro(a) de Portugal Portugal
Período IV Governo Constitucional
  • Ministro do Comércio e Turismo
Antecessor Pedro Pires de Miranda
Sucessor Acácio Pereira Magro
Dados pessoais
Nascimento 8 de setembro de 1926 (93 anos)
Rio Tinto
Nacionalidade Portugal portuguesa

Abel Repolho Correia (Gondomar, Rio Tinto, 8 de Setembro de 1926) foi um economista português. Ocupou o cargo de Ministro do Comércio e Turismo no IV Governo Constitucional.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciado em Ciências Económicas e Financeiras - 1948 (ISCEF). Docente do ISCEF (1948-53 e 1958-60), técnico e quadro de organismos do Ministério da Economia (1948-58), chefe de gabinete do Ministro da Economia (1954-58), vereador da Câmara Municipal de Lisboa (1959-66), vogal do Conselho Administrativo do Fundo de Fomento Nacional (1954-60) e da Comissão Técnica de Cooperação Económica Externa (1962-69). Foi director da Sapec (1959-69), administrador do Banco Fonsecas & Burnay (1969-75), presidente da Handy e empresas associadas (1975-76), administrador (1976-77) e vice-presidente da Siderurgia (1977-84), administrador do Banco Nacional Ultramarino. Recebeu condecorações da Alemanha Ocidental, Brasil, Bulgária e Hungria.

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Pedro Pires de Miranda
Ministro do Comércio e Turismo
IV Governo Constitucional
Sucedido por
Acácio Pereira Magro

Referências

  1. «COMPOSIÇÃO / IV Governo Constitucional». Governo de Portugal. Portugal.gov.pt. Consultado em 12 de Abril de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.