Abelardo Barreto do Rosário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abelardo Barreto do Rosário (Tobias Barreto, 1903) foi um filantropo, jurista e escritor sergipano.[1]

Abelardo nasceu na antiga Vila de Campos do Rio Real, atual Tobias Barreto. Foi filho de Francisco Barreto do Rosário e sobrinho de Tobias Barreto.

Faleceu na década de 1980[carece de fontes?] no Rio de Janeiro[2] de complicações causadas por um marcapasso e problemas renais no Hospital Redentor.[carece de fontes?]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Segundo depoimento oral de familiares e amigos,[quem?] teve uma infância simples na zona rural do semi-árido em uma família muito numerosa com doze irmãos todos batizados com nomes iniciados pela letra "a".[carece de fontes?]

Estudou primeiras letras com o professor Josué Montalvão, na antiga Campos, gabando sempre pelo velho e bondoso mestre.

Com a idade de 15 anos, segue para Aracaju. Reside na casa do desembargador Caldas Barreto, estudando a princípio com professores particulares, para depois entrar no Colégio Tobias Barreto, o mais conceituado da capital do estado, dirigido por Alcebíades Correa Pais. Concluindo o curso em Aracaju, vai para o Rio, em 1922, ingressando ali na faculdade de direito. É Bacharel em 1927, ano do centenário da fundação dos Cursos Jurídicos, no Brasil.

Após a formatura contrai, 12 anos depois, se casou com Maria Esther Garcez Caldas Barreto, no Rio de Janeiro, não havendo filhos da união. Publicou inúmeros artigos em diversos jornais e revistas especializadas do país.

Tornando-se um dos grandes beneméritos da terra de Tobias Barreto, faleceu em 04 de novembro de 1983, deixando uma lacuna impreenchível para todos quantos o admiravam.

Foi responsável pela: Construção da Biblioteca Pública Municipal com a doação de vários livros; Construção do Abrigo dos Velhos Mariquinhas Barreto; Doação dos instrumentos da Banda da Escola Abelardo Barreto do Rosário, na administração Luiz Alves de Oliveira.[3] [1][4]

Atividades profissionais[editar | editar código-fonte]

Formou-se após imigrar para o Rio de Janeiro. Foi bacharel em Direito, escritor, poeta[1] e advogado da Light durante a década de 1970, continuou atuante após a aposentadoria e foi proprietário de escritório de advocacia, onde atuou defendendo grandes empresas privadas em causas de grande vulto.[carece de fontes?]

Foi o primeiro advogado e se tornou o maior acionista do antigo Banco Andrade Arnaud dentre os que eram pessoa física.[carece de fontes?] Também exerceu a profissão de advogado durante muitos anos na extinta Rede Ferroviária Federal.[5]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Abelardo viveu boa parte de sua vida no Rio de Janeiro, onde veio a falecer, mas manteve ligação com sua terra natal, onde promovia eventos e organizou uma biblioteca,[2] a Biblioteca Francisco Barreto.[6][fonte confiável?]

Obras e homenagens[editar | editar código-fonte]

Publicou o livro Minha Terra Minha Gente, de contos.[carece de fontes?] Em sua homenagem, foram nomeadas uma praça[7] e uma escola estadual em Tobias Barreto.[8]

Referências

  1. a b c «O Município > Aspectos Culturais». Prefeitura Municipal de Tobias Barreto. Consultado em 21 de janeiro de 2010 
  2. a b Luis Antônio Barreto (29 de fevereiro de 2008). «José Menezes ou Muniz Santa Fé». InfoNet. Consultado em 30 de janeiro de 2010 
  3. «Abelardo Barreto do Rosário | ONordeste.com». www.onordeste.com. Consultado em 16 de março de 2017 
  4. «Portal O Nordeste» 
  5. Deputado federal José Eduardo Cardoso (7 de junho de 2006). «Projeto de Lei nº 3555 de 2004» (PDF). Site da Câmara dos Deputados. Consultado em 30 de janeiro de 2010  Página 17.
  6. «Tobias Barreto». 25 de agosto de 2007. Consultado em 30 de janeiro dce 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. «Diário Oficial da União - Seção 3». Imprensa Nacional. 6 de novembro de 2009. Consultado em 30 de janeiro de 2010  Página 109.
  8. «DRE02 / Tobias Barreto / Colégio Estadual Abelardo Barreto do Rosário». Secretaria de Estado da Educação - SEED. Consultado em 21 de janeiro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.