Abelardo de Lamare

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Abelardo de Lamare (Belém, 26 de novembro de 1892 - Rio de Janeiro, 10 de outubro de 1979) foi um futebolista brasileiro.

Jogou no Botafogo no início do século XX junto com outros parentes, Rolando de Lamare de Adhemaro de Lamare. Atacante, era ágil, robusto, durão e dono de chuto muito forte. Marcou 22 gols no Campeonato Carioca de Futebol de 1910, quando foi o artilheiro da competição.

Entretanto, em 1911, num jogo contra o América, Abelardo, junto com Flávio Ramos, envolveu-se numa briga com o jogador adversário Gabriel Carvalho, que como consequências teve a invasão do Campo da Rua Voluntários da Pátria por torcedores. Devido à confusão, o Botafogo acabou abandonando o campeonato. Como pena, Abelardo de Lamare foi suspenso por um ano pela liga que organizava o Campeonato Carioca.

Abelardo atuou em 44 jogos e marcou 66 gols, entre 1908 e 1919. Foi campeão carioca em 1910, também conquistando os seguintes troféus: Taça Interestadual (1910 – 7 x 2 A.A. Palmeiras) e Taça Prefeitura (1910 – 5 x 1 São Cristóvão A.C.). Não participou do título carioca (AFRJ) de 1912 e demais troféus conquistados pelo Alvinegro carioca.

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.