Abell 39

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Abell 39
Dados observacionais (J2000)
Constelação Hércules
Asc. reta 16h 27m 32.6s
Declinação +27° 54′ 29"
Magnit. apar. 13,7
Características físicas
Raio 2,5 anos luz
[[Imagem:|250px|]]

Abell 39 é uma nebulosa planetária na constelação de Hércules. O seu nome provém do número de entrada (39) do catálogo de grandes nebulosas descobertas por George Ogden Abell em 1966. Encontra-se a cerca de 7000 anos luz da Terra.[1]

Com um diâmetro de cerca de 5 anos luz, Abell 39 é uma das esferas maiores da nossa galáxia; a grossura da envoltura esférica é de 0,33 anos luz. Estudos da nebulosa indicam que Abell 39 contém somente a metade de oxigênio do que no Sol.[2] A estrela central, de magnitude 15,7, está evoluindo para uma anã branca quente.[3] A sua temperatura efetiva é de 150 000 K e tem uma massa aproximada de 0,6 massas solares.[4] Atualmente desconhece-se porquê se encontra deslocada 0,1 anos luz a respeito do centro da nebulosa.[2]

Referências

  1. Planetary nebula Abell 39. NOAO Image Gallery
  2. a b Abell 39. The internet Encyclopedia of Science
  3. Spherical Planetary Nebula Abell 39. APOD (NASA)
  4. G. Jacoby, G. J. Ferland, K. T. Korista (2001). «Abell 39 -- A Benchmark Planetary Nebula For Numerical Modeling». AAS. 197 (Session 6. Planetary Nebulae: Young and Old). Consultado em 27 de fevereiro de 2008. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2005 
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em castelhano, cujo título é «Abell 39».