Abertura do centro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Abertura do Centro)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Este artigo usa a notação algébrica para descrever os movimentos do xadrez.


Abertura do centro
abcdefgh
8
Chessboard480.svg
a8 preto torre
b8 preto cavalo
c8 preto bispo
d8 preto rainha
e8 preto rei
f8 preto bispo
g8 preto cavalo
h8 preto torre
a7 preto peão
b7 preto peão
c7 preto peão
d7 preto peão
f7 preto peão
g7 preto peão
h7 preto peão
d4 preto peão
e4 branco peão
a2 branco peão
b2 branco peão
c2 branco peão
f2 branco peão
g2 branco peão
h2 branco peão
a1 branco torre
b1 branco cavalo
c1 branco bispo
d1 branco rainha
e1 branco rei
f1 branco bispo
g1 branco cavalo
h1 branco torre
8
77
66
55
44
33
22
11
abcdefgh
Movimentos 1.e4 e5 2.d4 exd4
Origem Polerio, 1590
ECO C21 e C22
Classificação Abertura Aberta

A Abertura do Centro é uma abertura de xadrez caracterizada pelos lances:

1.e4 e5
2.d4 exd4

O próximo movimento das brancas geralmente é 3.Dxd4, que quase sempre é respondido com 3...Cc6, desenvolvendo-se com ganho de tempo devido ao ataque à Dama branca.

Esta abertura é uma das mais antigas do qual se tem conhecimento já tendo sido citada por Polerio em 1590 e Stamma em 1737. Hoje em dia, é pouco jogada, pois não dá nenhuma vantagem às brancas. Mieses, Tartakower e Spielmann foram os últimos jogadores fortes que adotaram-na. Depois, Shabalov, Shirov, Adams, Judit Polgar e Morozevich estudaram-na.[1]

O plano branco é eliminar o peão preto de 'e5' e deixar a coluna 'd' semi-aberta, mas, com a saída prematura da dama, permite ao preto desenvolver seu cavalo com ganho de tempo.

Variantes principais[editar | editar código-fonte]

Após 1.e4 e5 2.d4 exd4, as principais linhas são:

O Gambito Halasz (3.f4?!) é uma jogada rara. Tem esse nome porque foi jogado pelo enxadrista húngaro György Halasz em uma partida de xadrez postal.

O Gambito Dinamarquês, em que as brancas oferecem um peão com 3.c3, é considerado uma abertura separada.

Uma idéia é recapturar o peão preto de 'd4' com 3.Cf3, mas esse lance também é raro. Agora as negras podem transpor, com segurança, para a Abertura Escocesa (com 3...Cc6), para a Defesa Petroff (com 3...Cf6), para a Defesa Philidor (com 3...d6) ou seguir a linha recomendada por Alekhine (3...Bc5 4.Cxd4 Cf6, e se 5.e5, 5...De7)

Mas a variante principal é 3.Dxd4 Cc6. Agora as brancas tem que escolher para qual casa vai recuar sua dama. 4.Da4 é considerado como uma Defesa Escandinava (1.e4 d5 2.exd4 Dxd4 3.Cc3 Da5) invertida, mas não é muito jogado. 4.De3 é a variante mais popular, pois futuramente poderá ir para 'g3', fazendo pressão sobre o peão de 'g7'. Após 4.De3, as melhores continuações para as negras são 4...Cf6, 4...g6 e 4...Bb4+.

A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo

Referências

  1. BATISTA, G., p.1

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BATISTA, Gérson P. e BORGES, Joel C. O Espírito da Abertura. São Paulo : Ciência Moderna, 2ª edição, 2006.