Abimeleque (contemporâneo de Abraão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2011)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Abimeleque, veja Abimeleque.

Abimeleque era o rei filisteu de Gerar, nos dias de Abraão, referido em Gên. 20:1ss. Pode-se tratar de um título que distinguia os governantes filisteus, como Faraó, no Egito, e não ser um nome pessoal. Esse homem apaixonou-se por Sara que era esposa de Abraão e resolveu tomá-la como esposa, após Abraão dizer que era sua irmã. Este fato demonstra o poder dos antigos reis, que podiam fazer o que quisessem e com quem quisessem - incluindo as mulheres do local ou qualquer uma que passasse pelo seu território. Porém, Abimeleque foi advertido por Deus para não tocá-la, fazendo-o conhecer que Abraão era um Profeta e que Sara era sua esposa. O motivo de Abraão ter feito tal coisa foi o medo de ser morto por Abimeleque, pois um irmão não representaria um grande impedimento para que Sara fizesse parte do harém real. Abimeleque após saber disso devolveu Sara para Abraão e ainda mandou-lhe presentes. Contudo, aproveitou para repreender Abraão, e reparar o dano moral ocorrido a sua esposa Sara (Gên. 20:9-10). Alguns anos depois, os servos de Abraão e de Abimeleque discordaram a respeito de alguns poços, tendo sido firmado um pacto à beira do poço chamado Bersebá (fonte de sete ou do juramento), para terminar com o conflito (Gên.21:22-24).