Abismo fiscal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em macroeconomia, abismo fiscal (em inglês, fiscal cliff) refere-se ao colapso econômico que provocaria um aumento significativo de tributos combinado com uma drástica redução dos gastos públicos de um país, fazendo de facto desabar o produto interno bruto (PIB) e, em seguida, levando a economia à recessão.

Essa situação ocorreu nos Estados Unidos, em janeiro de 2013, quando uma série de leis anteriormente aprovadas entrariam em vigor ao mesmo tempo, aumentando os impostos e, simultaneamente, diminuindo os gastos públicos. [1][2]Afinal, o desastre foi evitado na última hora, quando o presidente Obama assinou uma lei ratificando o aumento dos impostos para as famílias com renda superior a US$ 450 mil por ano e adiando em dois meses os cortes orçamentários.

Referências

  1. «Obama sanciona lei que afasta crise do 'abismo fiscal' nos EUA». Globo.com. 3 de janeiro de 2013. Consultado em 6 de janeiro de 2012 
  2. Edward Hadas (2 de janeiro de 2013). «Análise: Alívio sobre abismo fiscal não percebe o essencial». Uol Economia. Consultado em 6 de janeiro de 2012 


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.