Abolição (minissérie)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Abolição
Informação geral
Formato série
Duração 45 minutos aprox.
Criador(es) Wilson Aguiar Filho (escritor)
Walter Avancini (roteiro)
Joel Rufino dos Santos (colaborador)
País de origem Brasil Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Walter Avancini
Elenco ver elenco
Exibição
Emissora original Brasil Rede Globo
Transmissão original 22 de novembro de 1988 - 25 de novembro de 1988
Cronologia
O Primo Basílio
Sampa

Abolição é uma minissérie brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 22 a 25 de novembro de 1988, com quatro capítulos.[1]

Escrita por Wilson Aguiar Filho, com roteiro de Walter Avancini e colaboração de Joel Rufino dos Santos, foi dirigida por Walter Avancini.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A minissérie relata a vida da escrava Iná Inerã e do negro alforriado Lucas Tavares, tendo como cenário principal a fazenda do Coronel Macedo Tavares. Ali, desenrolam-se os fatos que culminaram com a assinatura da Lei Áurea pela Princesa Isabel, em 13 de maio de 1888.

O sonho de liberdade de Iná, uma escrava rebelde e de comportamento guerreiro, tendo como contratempo o ideal pacifista de Lucas, que pretendia o fim da escravatura através da lei.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Os escravizados
Família Macedo Tavares
Família Imperial
Militares
Deputados, ministros e senadores
Abolicionistas, misteriosos, perigosos e republicanos
Ambiciosos, justiceiros e poderosos

Exibição[editar | editar código-fonte]

Foi reprisada no Viva de 3 a 24 de novembro de 2019, substituindo Dercy de Verdade e sendo substituído por Engraçadinha: Seus Amores e Seus Pecados aos domingos às 23h45.[2]

Referências

  1. «Abolição». Teledramaturgia. Consultado em 9 de maio de 2016 
  2. Cult, Rota (1 de novembro de 2019). «Minissérie "Abolição" chega ao VIVA no mês da Consciência Negra». Rota Cult. Consultado em 8 de janeiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]