Aborto terapêutico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Denomina-se aborto terapêutico o aborto provocado (não-espontâneo) pelas seguintes motivações:

  1. para salvar a vida da gestante
  2. para preservar a saúde física ou mental da mulher
  3. para dar fim a uma gestação que resultaria numa criança com problemas congênitos que seriam fatais ou associados com enfermidades graves
  4. para reduzir seletivamente o número de fetos para minorar a possibilidade de riscos associados a gravidezas múltiplas

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • DINIS, Débora e RIBEIRO, Diaulas Costa - Aborto por anomalia fetal. Editora Letras Livres ISBN 8590193845
  • TESSARO, Anelise - Aborto seletivo. Editora Juruá ISBN 8536200340

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.