Above the Noise

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Above the Noise
Álbum de estúdio de McFly
Lançamento 15 de novembro de 2010
Gravação 2009 — 2010
Gênero(s) Pop
Duração 42:08
Idioma(s) inglês
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Island
Produção Dallas Austin, Taio Cruz, Jason Perry, Alan Nglish, Adam Noble
Cronologia de McFly
Radio:Active Live at Wembley
(2009)
Memory Lane: The Best of McFly
Singles de Above the Noise
  1. "Party Girl"
    Lançamento: 2 de setembro de 2010
  2. "Shine a Light"
    Lançamento: 5 de novembro de 2010
  3. "That's the Truth"
    Lançamento: 6 de março de 2011

Above the Noise é o quinto álbum da banda britânica McFly, lançado em novembro de 2010.[1] O álbum marca o retorno da banda para a gravadora que lançou seus três primeiros álbuns, a Island, e uma mudança em seu estilo musical.[2][3]

Foi certificado Prata pela British Phonographic Industry em 10 de dezembro de 2010, pela venda de mais de 60 mil cópias no Reino Unido.[4]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • Seu primeiro single, "Party Girl", foi lançado em setembro de 2010, e estreou na sexta posição da UK Singles Chart e na #31 da Irish Singles Chart.[5] Composta pela banda com Dallas Austin e produzida pelo último, o single tem estilo eletrônico e teve seu vídeo divulgado em 19 de agosto de 2009.[6]
  • "Shine a Light" foi o segundo single do álbum, lançado em 7 de novembro no iTunes e no dia seguinte como CD single. Produzida por Taio Cruz, seu vídeo foi gravado no dia 21 de setembro, com a participação de fãs da banda, que seguiram pistas enviadas pelos artistas através do Twitter para localizar a área de gravação.[7] O vídeo foi lançado em 8 de outubro de 2010, com a participação de Taio Cruz.[8]
  • "That's the Truth" foi confirmada como terceiro single, com data de lançamento prevista para 6 de março de 2011.[9] O videoclipe do single foi liberado apenas no SuperCity em 25 de janeiro de 2011.[10]

Precedentes[editar | editar código-fonte]

"Nós queríamos mostrar as pessoas que [esse álbum] não é o que esperam do McFly, mudamos e estamos seguindo em frente. Nós meio que estamos dizendo que esse é o fim do começo, uma nova era na nossa carreira".
Tom Fletcher, um dos vocalistas e guitarristas da banda, em uma entrevista para o programa de rádio britânico IN:DEMAND.[1]

Em 2009, o McFly viajou para a Austrália para compor e gravar as faixas de seu quinto disco. Após finalizar as gravações, eles retornaram para Londres, mas decidiram que o material "poderia estar em seu último álbum" e "não levou a banda para frente como deveria"; apenas duas dessas dez canções entraram no álbum.[11][12]

Eles entraram em contato com o compositor e produtor norte-americano Dallas Austin, e viajaram para Atlanta por algumas semanas para trabalhar em novas faixas com ele.[13] Uma delas foi "Party Girl", o primeiro single do álbum.[14] A banda também trabalhou com Taio Cruz.[15]

Above the Noise tem um estilo musical diferente dos álbuns anteriores da banda, com influência de Prince e Michael Jackson.[3] Em 13 de julho de 2010, os integrantes do McFly realizaram uma coletiva de imprensa para apresentar sua nova música,[16] que foi descrita pelo Daily Star como contendo "pesados sintetizadores e batidas sensuais".[17] Nesse dia, foram apresentados trechos das faixas "Party Girl", "Shine a Light", "Nowhere Left to Run" e "I'll Be Your Man", uma balada.[3][18] Diversas outras faixas, como "Here Comes the Storm" e "Foolish", foram gravadas e vazaram na internet, mas apenas a segunda foi colocada no disco.[19][20]

A banda distribuiu o álbum, no formato digital, para os fãs que se inscreveram em seu site Super City, com um custo de £6 por mês ou £40-50 por ano.[21] Os inscritos puderam fazer o download a partir de 1 de novembro de 2010, antes do lançamento oficial.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão[22]
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "End of the World"   Tom Fletcher, Danny Jones, Dougie Poynter, Dallas Austin, Jeff Wayne Dallas Austin 4:01
2. "Party Girl"   Dallas Austin, Tom Fletcher, Danny Jones, Dougie Poynter Dallas Austin, Jason Perry 3:11
3. "If U C Kate"   Dallas Austin, J. C. Chasez Dallas Austin 3:39
4. "Shine a Light"   Tom Fletcher, Danny Jones, Taio Cruz Taio Cruz, Alan Nglish 3:38
5. "I'll Be Your Man"   Tom Fletcher, Danny Jones, Dallas Austin Dallas Austin 4:14
6. "Nowhere Left to Run"   Tom Fletcher, Danny Jones, Dougie Poynter, Taio Cruz Taio Cruz, Alan Nglish, Jason Perry 3:23
7. "I Need a Woman"   Tom Fletcher, Danny Jones, Dougie Poynter Dallas Austin 3:59
8. "That's the Truth"   Dallas Austin, Danny Jones, Tom Fletcher, Harry Judd, Dougie Poynter Dallas Austin, Jason Perry, Adam Noble 3:52
9. "Take Me There"   Dallas Austin, Danny Jones, Tom Fletcher, Harry Judd, Dougie Poynter Dallas Austin 3:43
10. "This Song"   Tom Fletcher, Danny Jones Dallas Austin 4:06
11. "Foolish"   Dallas Austin, Naz Tokio, Tom Fletcher, Danny Jones Dallas Austin, Naz Tokio 4:22

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
BBC (favorável)[24]
Entertainment-focus.com (positiva)[25]
Holy Moly (negativa)[26]
Indie London 3.5 de 5 estrelas.[27]
London Evening Standard 4 de 5 estrelas.[28]
Music News Daily 2.5 de 5 estrelas.[29]
OK! Magazine 4 de 5 estrelas.[30]
The Scotsman 3 de 5 estrelas.[31]
Virgin Media 2 de 5 estrelas.[32]

O Entertainment-focus.com publicou uma crítica dizendo que esse era "o melhor disco já lançado pelo McFly", chamando-o de "coeso" e selecionando as faixas "iF U C Kate" e "I'll Be Your Man" como seus momentos mais fortes.[25] No The Scotsman, David Pollock concordou que era "sem dúvida, a melhor gravação já feita pela banda", mas disse que "ainda é voltado diretamente para quem gosta de seu pop liso e sem desafios".[31] David Smyth escreveu no jornal britânico London Evening Standard que a mudança no estilo do McFly "poderia ser um risco, mas não com faixas como 'End of the World' e 'I Need a Woman'. [...] 'If U C Kate' é um sorriso radiante de canção que merece ser número um por meses".[28]

Na BBC, Iain Moffaft escreveu que a banda "não está apenas de volta, como garantiu um futuro para si",[24] e a OK! Magazine publicou que "[...] seria fácil acusá-los de partir para o que é mais popular para ganhar mais dinheiro, mas estamos felizes, porque essa é a melhor coisa que já fizeram", recomendando a faixa "End of the World" como a melhor do disco.[30] Jack Foley disse no Indie London que o Above the Noise era "muito divertido de se escutar e um dos melhores álbuns pop que já ouvi esse ano" e que "mostra mais ambição, criatividade e diversidade do que todos os álbuns anteriores [da banda] combinados". Ele continuou dizendo que "tem synth pop, referências aos anos 80, influências de Prince e Michael Jackson, assim como o pop rock que os ajudou a definir a banda que foram nos últimos anos - apenas com um brilho mais maduro", mas que devia "admitir, liricamente é para aqueles menos exigentes, [...] porém, é fácil esquecer essa transgressão".[27]

Emma Dawson, do Music News Daily, chamou-o de "regular" e criticou o uso de auto-tune em algumas partes, dizendo que "Danny e Tom sabem cantar e não precisam desses artifícios que várias bandas pop usam". Ela finalizou dizendo que "Above the Noise talvez seja uma mudança bem-vinda, [...] mas eu ainda prefiro ouvir Room on the 3rd Floor e Wonderland para lembrar da banda pop que eles eram e que desejo secretamente que ainda fossem".[29] No Virgin Media, Johnny Dee afirmou que "Above the Noise tem uma sonoridade madura que às vezes resulta em um louco encontro de Duran Duran com Muse para completar o clímax da ópera rock War of the Worlds, como pode ser visto na faixa de abertura 'End of the World'". Ele elogiou "Shine a Light", mas disse que "infelizmente, o resto do álbum é preenchido com a emo-pop, que parece inspirada em Twilight, 'Nowhere Left to Run' e baladas rock antiquadas como 'I Need a Woman'.[32] Em uma crítica negativa, o Holly Moly concluiu que "o quinto álbum do McFly soa como o terceiro álbum de uma boyband que já havia ido mal com o segundo. Verdadeiramente horrível".[26]

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Gravadora
 Reino Unido[37] 15 de novembro de 2010 Island Records
 Portugal[38] Universal Music
 Irlanda[23]
Flag of Spain.svg Espanha[39] 16 de novembro de 2010
 Alemanha[40] 19 de novembro de 2010
 Brasil[41] 30 de novembro de 2010
 Austrália[42] 10 de dezembro de 2010

Notas e referências

  1. a b Genchi, Frankie (15 de maio de 2010). «Tom Fletcher talks about McFly's new album» (em inglês). Flecking Records. Consultado em 15 de julho de 2010 
  2. Balls, David (22 de janeiro de 2010). «McFly 'to return to former record label'» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 20 de setembro de 2010 
  3. a b c «MCFLY WORKING ON A NEW SOUND» (em inglês). Daily Star. 6 de fevereiro de 2010. Consultado em 6 de fevereiro de 2010 
  4. a b «Certified Awards Search - Busca por "McFly"» (em inglês). BPI. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  5. «McFly - Party Girl» (em inglês). αCharts.us. Consultado em 13 de setembro de 2010 
  6. «McFly's 'Party Girl' video airs online» (em inglês). Flecking Records. 19 de agosto de 2010. Consultado em 20 de agosto de 2010 
  7. Dawson, Kim (20 de setembro de 2010). «MCFLY AND TAIO CRUZ GO LIVE WITH TWITTER TREASURE HUNT» (em inglês). Daily Star. Consultado em 20 de setembro de 2010 
  8. «Mcfly lança clipe de "Shine a Light" com o Taio Cruz». Antifrase.com.br. 8 de outubro de 2010. Consultado em 8 de outubro de 2010 
  9. «McFly's new single out 6th March» (em inglês). Flecking Records. 8 de janeiro de 2011. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  10. «"That's The Truth": Veja prévia do próximo clipe do McFly». Popline. 22 de janeiro de 2011. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  11. «McFly Preview New Album For EF» (em inglês). Entertainment Focus. 14 de julho de 2010. Consultado em 13 de setembro de 2010 
  12. «Peter Robinson vs Tom Fletcher». NME (em inglês). McFly Addiction. 4 de setembro de 2010. Consultado em 13 de setembro de 2010 
  13. Simpson, Oli (22 de dezembro de 2009). «McFly: 'New album will blow you away'». Digital Spy. Consultado em 10 de janeiro de 2010 
  14. «McFly Reveal Their New Single» (em inglês). OMG, Music!. 9 de julho de 2010. Consultado em 9 de julho de 2010 
  15. Dawson, Kim (30 de novembro de 2009). «TAIO CRUZ WORKING UP A NEW SOUND FOR KYLIE MINOGUE». Daily Star. Consultado em 10 de janeiro de 2010 
  16. Genchi, Frankie (13 de julho de 2010). «McFly's new single Party Girl has Lady Gaga sound?» (em inglês). Flecking Records. Consultado em 13 de julho de 2010 
  17. Edwards, Natalie (14 de julho de 2010). «FIRST LISTEN: MCFLY'S NEW ALBUM» (em inglês). Daily Star. Consultado em 14 de julho de 2010 
  18. «McFly – Party Girl 'futuristic R&B'» (em inglês). Flecking Records. Consultado em 14 de julho de 2010 
  19. «New McFly songs?». Flecking Records. 29 de dezembro de 2009. Consultado em 12 de fevereiro de 2010 
  20. Austin, Dallas (9 de fevereiro de 2010). «Dallas Austin fala sobre novo álbum do McFly». Twitter. Consultado em 12 de fevereiro de 2010 
  21. Crowther, Joe (17 de setembro de 2010). «McFly announce plans to 'give away' new album 'Above The Noise'» (em inglês). Metro.co.uk. Consultado em 17 de setembro de 2010 
  22. «Above the Noise (includes exclusive A4 print) (1xCD)» (em inglês). Townsend-records.co.uk. Consultado em 25 de outubro de 2010 
  23. a b «Above the Noise» (em inglês). iTunes.ie. Consultado em 14 de novembro de 2010 
  24. a b Moffatt, Iain (22 de novembro de 2010). «They're not just back, but have guaranteed themselves a future.» (em inglês). BBC. Consultado em 25 de novembro de 2010 
  25. a b «McFly - Above The Noise» (em inglês). Entertainment-focus.com. 13 de novembro de 2010. Consultado em 16 de novembro de 2010 
  26. a b «Sorry, not good enough» (em inglês). Holy Moly. 24 de novembro de 2010. Consultado em 25 de novembro de 2010 
  27. a b Foley, Jack. «McFly - Above The Noise» (em inglês). Indie London. Consultado em 25 de novembro de 2010 
  28. a b Smyth, David (12 de novembro de 2010). «CDs of the week: Take That pull off a masterstroke» (em inglês). London Evening Standard. Consultado em 14 de novembro de 2010 
  29. a b Dawson, Emma. «McFly – Above The Noise (Review)» (em inglês). Music News Daily. Consultado em 25 de novembro de 2010 
  30. a b «Review: McFly - Above The Noise» (em inglês). OK! Magazine. Consultado em 25 de novembro de 2010 
  31. a b Pollock, David (16 de novembro de 2010). «Album review: McFly, Above the Noise» (em inglês). News.scotsman.com. Consultado em 25 de novembro de 2010 
  32. a b Dee, Johnny. «Above The Noise» (em inglês). Virgin Media. Consultado em 16 de novembro de 2010 
  33. «TOP 100 ALBUMES - SEMANA 46: del 15.11.2010 al 21.11.2010» (PDF) (em espanhol). PROMUSICAE. Consultado em 30 de novembro de 2010 
  34. «MCFLY» (em inglês). Irish-charts. Consultado em 26 de novembro de 2010 
  35. «McFly - Above The Noise» (em inglês). aCharts.us. Consultado em 13 de dezembro de 2010 
  36. «OFFICIAL UK ALBUMS TOP 100» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 22 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 22 de novembro de 2010 
  37. «Mcfly - Above The Noise» (em inglês). HMV. Consultado em 20 de setembro de 2010 
  38. «Novo CD dos @mcflymusic dia 15 de Novembro e...». Universal Music Portugal. Twitter. 8 de novembro de 2010. Consultado em 12 de novembro de 2010 
  39. «MCFLY: Party Girl» (em espanhol). Universal Music Spain. 15 de setembro de 2010. Consultado em 6 de setembro de 2010 
  40. «Treffer gemäss den Suchkriterien» (em alemão). Cede.de. Consultado em 14 de novembro de 2010 
  41. «Above The Noise». Livraria Cultura. Consultado em 19 de novembro de 2010 
  42. «ABOVE THE NOISE - Mcfly» (em inglês). JB HI-FI. Consultado em 2 de dezembro de 2010