Abraham Ford

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abraham Ford
Personagem fictícia de The Walking Dead
Abraham Ford HQ.jpg
Sexo Masculino
Ocupação Sargento do exército dos EUA (Pre-Apocalypse)

Líder da Equipe de Construção de Alexandria (Pós-Apocalipse)

Família • Ellen Ford † – Esposa

• A.J. Ford † – Filho

• Becca Ford † – Filha

Inimigo(s) Negan
Criado por Robert Kirkman
Tony Moore
Charlie Adlard
Romance(s) Rosita Espinosa / Sasha (HQ)
Série(s) The Walking Dead
Primeira aparição
  1. Edição 53 história em quadrinhos
    Inmates série de televisão
Última aparição The Day Will Come When You Won't Be série de televisão
Época(s) edição 53 - edição 98 (quadrinhos)

2014 - 2016 (televisão)

Interpretado por Michael Cudlitz

Abraham Ford é um personagem fictício da série em quadrinhos The Walking Dead, sendo retratado por Michael Cudlitz na série de televisão americana de mesmo nome.[1] Um homem convicto de suas ideias, Abraham tem viajado por todo o país com seus companheiros Rosita Espinosa e Eugene Porter, com a esperança de chegar a Washington, D.C, onde está localizada uma suposta cura para a doença.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Abraham, juntamente com Eugene Porter e Rosita Espinosa, faziam parte de um grupo maior com oriundo de Houston. Seu acampamento foi invadido por mortos-vivos semanas antes, e Eugene convenceu-os de ir para Washington, D.C, onde ele afirma que que pode trabalhar numa cura para a doença, já que é um cientista. O trio aparece pela primeira vez na fazenda de Hershel logo após a destruição da prisão. Abraham diz que aos sobreviventes que precisa adquirir suprimentos para a viagem a Washington, e os convida para ir junto.

Inicialmente, não há hostilidade entre Abraham e os outros sobreviventes, particularmente com Rick Grimes. Quando Maggie Greene tenta o suicídio, ele chega perto de atirar em sua cabeça antes de ela recobrar a consciência, mesmo quando Rick aponta uma arma para sua cabeça e ordena-lhe que não o faça. O argumento de Rick enfurece Abraham, e Abraham quase o mata na manhã seguinte. Um morto-vivo interrompe seu plano, e Abraham salva Rick desta vez.

Durante um desvio de rota para a cidade natal de Rick, eles se deparam com um grupo de bandidos que tentam estuprar Carl. Abraham auxilia no resgate de Carl e assiste Rick estripar um deles. Na manhã seguinte, Rick e Abraham formam um vínculo depois que eles percebem que sofreram perdas semelhantes.

Depois de reunir alguns suprimentos na cidade natal de Rick e Carl, Abraham recruta Morgan Jones, e os quatro fazem a viagem de volta ao encontro dos sobreviventes. Durante esta viagem, eles se deparam com uma manada de mortos-vivos (a maior já vista), e imediatamente tentam rompê-la. Em vez disso, eles abandonam o carro. A pé, Carl é quase morto e Abraham resgata-o.

Eles se reagrupam com o resto de sua equipe e partem para Washington. No caminho, eles encontram dois sobreviventes misteriosos, e Abraham é cauteloso em suas verdadeiras intenções. Ele insiste para Rick que eles devem seguir de qualquer maneira devido a suas opções limitadas. Eles logo se deparam e integram-se em Alexandria, onde Abraham (devido a sua força física) é feito chefe da equipe de construção, onde ele testemunha a corrupção com os outros membros da tripulação sacrificando um deles, uma jovem mulher chamada Sasha. Ele se aproxima dela, o que leva os dois a ficarem cada vez mais próximos uns dos outros, e, eventualmente, eles mantêm um caso amoroso sem o conhecimento de Rosita. Abraham inicialmente sente culpa sobre trair Rosita, mas racionaliza sua ação como normal por causa do novo mundo em que estão vivendo. Ele rompe seu relacionamento com Rosita e volta para os braços de Holly. Em um momento, Sasha sugere que ele assuma o lugar de Rick, embora isso nunca venha a acontecer. Abraham continua a ajudar a matar zumbis em seu trabalho diário, nos meses que se passam.

Rick e Daryl depois encontram Jesus, Maggie começo a ficar com dores o que causou o grupo de Rick a sair de Alexandria para irem para Hilltop. Eles são emboscados no caminho para Hilltop pelos Salvadores, um grupo cruel que tem aterrorizado a comunidade. Quando o grupo de Rick Grimes é emboscado, Negan mata Abraham e por causa de Daryl ele é "obrigado" a matar Glenn também. Sua morte devasta Sasha e Rosita, que acaba por o perdoou, mas não perdoa Sasha (Acho que também vai ser preciso matar ela para Rosita a perdoar.). [2]

P.S: Uma coisa interessante para quem não sabe e isto vai ser muito spoiler, as últimas palavras dele foram: "Suck my nuts." e é só isto.

P.S 2: Esta que escrevi ficou bem melhor que a antiga, beijo no ombro migos.

Série de TV[editar | editar código-fonte]

Abraham Ford sendo interpretado por Michael Cudlitz, na série de televisão.

Quarta Temporada[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Walking Dead (4ª temporada)

Abraham é visto pela primeira vez ao lado de Rosita e Eugene, na segunda metade da quarta temporada da série. Eles encontram Tara Chambler e Glenn Rhee, este último inconsciente na estrada, depois que eles escapam das ruínas da prisão destruída. A princípio, Glenn se recusa a ajudar Abraham por querer procurar Maggie Greene, mas Abraham o acusa de estar perturbando sua missão. Abraham revela que Eugene sabe o que causou o apocalipse, e uma vez que as comunicações de Eugene com funcionários do governo foram cortadas, Eugene e seu grupo estão em seu caminho para Washington, DC. Glenn obstinadamente tenta abandonar o trio, mas depois de Abraham insistir que Maggie está morta, Glenn dá um soco em sua face, iniciando um conflito físico com Abraham. Enquanto Tara e Rosita tentam parar a luta, Eugene rompre o tanque de combustível do caminhão ao tentar atirar em zumbis. O grupo elimina a horda zumbi, após o qual Glenn caminha de volta no caminho que eles vieram para encontrar Maggie, seguido por Tara e Rosita. Com o caminhão fora da comissão, Eugene diz a Abraham que eles devem ajudar Glenn a procurar Maggie, e logo depois devem retomar sua viagem para a capital. Abraham junta-se a Glenn e Tara para procurar Maggie, mas logo os deixa quando eles insistem em entrar em um túnel cheio de zumbis. Entretanto, Rosita encontra Maggie e ela é levada até Glenn, que ainda está preso no túnel. Abraham mata todos os zumbis que quase devoraram Tara e Glenn, e todos se juntam para partir para Terminus.[3] Depois que Abraham e companhia chegam em Terminus e descobrem que os moradores de lá são canibais, eles são trancados em um vagão e ficam esperando pelo pior.

Quinta Temporada[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Walking Dead (5ª temporada)

O grupo é salvo por Carol, que causa uma explosão no local. Depois de saírem da comunidade (que já está detonada) eles encontram um padre chamado Gabriel, que os leva até sua igreja. Na igreja, Abraham incentiva todos a continuarem a missão até Washington para acabar com a epidemia, o grupo aceita, porém três deles somem um pouco depois. Quando Bob reaparece e conta a todos que tinha sido capturado pelos sobreviventes de Terminus, Abraham decide ir embora com Eugene e Rosita, porém, com a proposta de Glenn que se eles ficassem e ajudassem a eliminar os canibais Glenn, Maggie e Tara iriam com eles. Depois de uma emboscada que o grupo da nos canibais e os mata, Abraham pega seus companheiros Rosita, Eugene, Glenn, Maggie e Tara e segue sua jornada para Washington no ônibus da igreja.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências

  1. 'Walking Dead' Casts Two Pivotal Comic Book Characters (em inglês)
  2. Sasha.png

    Acho que também vai ser preciso matar Sasha para Rosita a perdoar.

  3. «Abraham Ford» (em inglês). AMC. Consultado em 26 de outubro de 2014.