Abu Ibraim Amade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2013)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Abu Ibraim Amade
Emir aglábida de Ifríquia
Reinado 856-863
Antecessor(a) Maomé I Abulabás
Sucessor(a) Ziadete Alá II
Descendência Ziadete Alá II
Casa Aglábida
Morte 28 de dezembro de 863
Religião Islamismo
Pai Maomé I Abul Abas

Ababoerim Amade, Abu Ibraim Amade ou Abul Ibraim (em árabe: ‏أبو إبراهيم أحمد بن محمد بن الأغلب; transl.: Abū Ibrāhīm Aḥmad ibn Muḥammad ibn al-Aġlab , lit. Ababoerim/Abu Ibraim Amade, filho de Maomé ibne Aglabe"; m. 28 de dezembro de 863) foi o sexto emir aglábida de Ifríquia (atual Tunísia e Argélia Oriental) de 856 até à sua morte.

Sucedeu ao seu tio Abulabás I. Teve um reinado tranquilo e sem guerras, durante o qual o emirado prosperou graças ao desenvolvimento do comércio e da agricultura, que foi beneficiada por obras de irrigação. Promoveu muitas obras públicas, nomeadamente a reconstrução da Mesquita Zituna em Tunes e melhoramentos na Grande Mesquita de Ucba em Cairuão.

Foi sucedido primeiro pelo seu irmão Ziadete Alá II, que morreu poucos meses depois, e depois pelo filho Abul Garanique (Maomé II).

Notas e bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ronart, Stephan; Ronart, Nandy (1972), Lexikon der Arabischen Welt. Ein historisch-politisches Nachschlagewerk, ISBN 3-7608-0138-2 (em alemão), Zurique: Artemis Verlag 
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.