Acácio de Amida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Acácio de Amida
Morte Amida, Mesopotâmia 
425
Veneração por Igreja Católica
Igreja Ortodoxa
Festa litúrgica 9 de abril
Gloriole.svg Portal dos Santos

Acácio de Amida (m. 425) foi bispo de Amida, na Mesopotâmia durante o reinado do imperador Teodósio II (r. 408–450).

Vida[editar | editar código-fonte]

Acácio era bispo de Amida, na Mesopotâmia, no tempo do imperador Teodósio II (r. 408–450) e ao que parece deve ter ocupado posição exacerbada no Império Bizantino à época concernente ao trato com o Império Sassânida.[1] Em 419/420, esteve no concílio da Igreja do Oriente em Gueartaxaro, no Assuristão.[2] Em 422, no rescaldo do conflito entre os Impérios Bizantino e Sassânida, segundo Sócrates Escolástico, se comoveu com 7 000 cativos persas que estavam em poder dos bizantinos em Arzanena e passavam fome, o que afligia o Vararanes V (r. 420–438). Ciente da situação, Acácio decidiu ajudá-los e reuniu seus clérigos e dirigiu-se a eles:[3]

Dracma de Vararanes V (r. 420–438)
Nosso Deus, meus irmãos, não precisa de pratos nem copos; pois não come nem bebe, nem está em falta de nada. Desde então, pela liberalidade de seus membros fiéis, a Igreja possui muitos vasos de ouro e prata, nos convém vendê-los, que pelo dinheiro assim levantado, podemos ser capazes de resgatar os prisioneiros e dar-lhes alimentos.

Acácio ordenou que os vasos fossem fundidos e, com seu lucro, pagou aos soldados um resgate pelos cativos, a quem ajudou por algum tempo antes de dar-lhes os recursos necessários à jornada de volta à Pérsia. Sua benevolência causou espantou no xá, que desejava que viesse à sua presença para que tivesse o prazer de contemplá-lo. Teodósio logo concedeu permissão a Acácio viajar para Ctesifonte.[3] Faleceu cerca de 425[1] e após sua morte tornar-se-ia santo, com o dia 9 de abril dedicado a sua celebração.[4]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Brockley, R. C. (1998). «Warfare and diplomacy VIII Theodosius II: the emergence of diplomacy». In: Cameron, Averil; Garnsey, Peter. The Cambridge Ancient History Vol. XIII The Late Empire, A.D. 337-425. Cambrígia: Cambridge University Press 
  • Dodgeon, Michael H.; Lieu, Samuel N. C. (2002). The Roman Eastern Frontier and the Persian Wars (Part I, 226–363 AD). Londres: Routledge. ISBN 0-415-00342-3 
  • Sócrates Escolástico (1890). «História Eclesiástica». In: Schaff, Philip; Wace, Henry. From Nicene and Post-Nicene Fathers, Second Series, Vol. 2. Traduzido por Zenos, A.C. Búfalo, Nova Iorque: Christian Literature Publishing Co. 
  • Watkins, Basil (2015). «Acacius of Amida». The Book of Saints: A Comprehensive Biographical Dictionary. Londres: Bloomsbury Publishing