Académico Basket Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Académico Basket Clube
Handebol Handball pictogram.svg
ABC Braga.jpg
Abreviatura ABC Braga
Cores Amarelo e Preto
Informações
Cidade Braga
País Portugal
Competição Portugal Andebol 1
Portugal Taça de Portugal
Portugal Supertaça
União Europeia Liga dos Campeões
Fundação 29 de dezembro de 1933 (83 anos)
Ginásio Pavilhão Flávio Sá Leite
(Capacidade: 1 000)
Presidente Portugal Luís Teles
Técnico Portugal Jorge Rito
Material esportivo Alemanha Kempa Handball
Resultados
ST2016
A12016-17
TP2016-17
LC2016-17
Finalista

Campeão
Fase de Grupos
Títulos
Conquistados
13 Campeonatos Nacional
12 Taças de Portugal
6 Supertaças
1 Taça Challenge da EHF
Uniformes
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
[abcdebraga.com Página Oficial]
ABC no Torneo do Rosal 2013

O Académico Basket Clube é um clube fundado em 29 de Dezembro de 1933, cuja principal modalidade é o andebol apesar da prática de outros desportos como Hóquei em patins, basquetebol, atletismo, hóquei em campo, voleibol, xadrez, patinagem artística ou Taekwondo. É o 2º clube português com mais títulos nacionais, e o único clube português a ter disputado uma final da EHF Champions League em 1993-94, período de ouro do ABC, então a melhor equipa portuguesa e umas das melhores a nível europeu. Foi campeão nacional pela última vez em 2015-16, ano em que conquista também o seu primeiro título europeu, a EHF Challenge Cup (Taça Challenge).

História[editar | editar código-fonte]

Em 6 de Novembro de 1958, no decurso das bodas de prata do clube, o reconhecimento da cidade de Braga pelo serviço prestado pelo ABC à juventude, é expresso pelo então Vereador José Maria Rodrigues que propõe a entrega da medalha de Ouro da cidade ao ABC.

1960 foi um ano rico para o ABC. E não só no Hóquei em Patins ou no Atletismo. O Voleibol reapareceu, depois de um longo interregno. E reapareceu em masculinos e femininos. Em masculinos, no Campeonato Regional do Norte da Promoção e em femininos, no Campeonato Regional do Norte.

O ano de 1961 foi também importante para o ABC no Atletismo, no Hóquei em Patins e também no Andebol de Sete. Mas o ABC não vivia unicamente para si próprio. Preocupava-se com a comunidade. Era um actor social. O Diário do Minho de 26 de Junho de 1961, fazia o seguinte cabeçalho: “Festival Desportivo elegante organizado pelo ABC de Braga e integrado nas Festas da Cidade", para anunciar os jogos de voleibol feminino e de hóquei em patins que o Académico iria realizar com o Leixões e a Selecção do Minho, respectivamente.

O Andebol do ABC iniciou a época em Janeiro de 1965 com o Torneio Início da Associação de Desportos de Braga (ainda com árbitros do Conselho da Associação de Andebol do Porto). Participaram ABC, S.C de Braga, Círculo Arte e Recreio de Guimarães, Desportivo Francisco de Holanda e Vitória Sport Clube, também de Guimarães. O ABC foi 3º com Moreira, Costa, Guilherme, Mateus, Assis, Creissac, José Afonso, Santos, César, C. Jorge, Santos, Saraiva.

Há pouco mais de duas décadas, o hóquei em patins era no entanto a modalidade rainha, chegando a ceder alguns atletas às várias selecções nacionais. Em 1979 o ABC, enquadrado pela Associação de Desportos de Braga, à época a maior Associação de Desportos do país, o Académico Basket Clube fazia-se representar em várias modalidades: Andebol, Hóquei em Patins, Basquetebol, Voleibol, Ténis de Mesa, Atletismo e Ginástica. Em 1982/83 o ABC caminhava para uma bipolarização em termos de modalidades praticadas: Hóquei em Patins e Andebol.

O ponto alto da vida do ABC nos finais de 1983 era, sem dúvida, a presença no Nacional da II Divisão de Andebol, Zona Norte. As equipas em competição eram as do Maia, ABC, Quimigal, SC Braga, Beira-Mar, Desportivo da Póvoa, Fermentões e CP Natação. O plantel era constituído pelos guarda-redes Godinho e Marta, pelos 1ª linha Luís Silva, José Barros, Moisés Ferreira, Maurício Ribeiro, Artur Passos e Adelino Silva e pelos 2ª linha António Casaca, Manuel Marinho, Alberto Araújo, Jorge Barbosa, Paulo Ribeiro e Fernando Rito. O treinador era Antero Cadilhe. Sucedeu-lhe Passos e depois António Cunha. Em 8 de Dezembro desse ano, em entrevista ao Correio do Minho afirmava “(…) eu como treinador e agora nesta situação, sempre tive o objectivo de ganhar todas as provas em que entro. É precisamente este espírito “ganhador" que estou a procurar incutir aos academistas. (…)"

Com a subida à primeira divisão da equipa de andebol, António Cunha foi o mentor do ABC tal qual o conhecemos. A mudança de cor do equipamento de preto para amarelo provocou uma cisão no clube, de tal modo que alguns dos sócios mais antigos abandonaram de vez o clube.

Apenas três épocas depois de ter assegurado o título da segunda divisão, o ABC completou uma ascensão meteórica com a conquista do primeiro de doze campeonatos nacionais da primeira divisão (1986 / 87).

Em 1994 disputou a final da Liga dos Campeões Europeus com o Teka de Santander.

Conquistas essas que continuam hoje a marcar o ABC como a melhor escola de formação de atletas de andebol em Portugal e uma referência para a modalidade europeia.

Em Janeiro de 2009, na Gala do Clube em que se comemoraram as bodas de diamante, viu reconhecido publicamente o trabalho desportivo e social desenvolvido, com a atribuição da Medalha de Mérito Desportivo, atribuído pela Secretaria de Estado da Juventude e Desporto.

Palmarés Seniores[editar | editar código-fonte]

1986-87, 1987-88, 1990-91, 1991-92, 1992-93, 1994-95, 1995-96, 1996-97, 1997-98, 1999-2000, 2005-06, 2006-07, 2015-16
1989-90, 1990-91, 1991-92, 1992-93, 1994-95, 1995-96, 1996-97, 1999-2000, 2007-08, 2008-09, 2014-15, 2016-17
1991, 1992, 1993, 1996, 1999, 2015, 2017
1993-94
2015-16
Finalista: 2 (2004-05, 2014-15)

Plantel 2013-14[editar | editar código-fonte]

Nº. Pos. País Nome Idade Altura Clube Anterior
1 GR Portugal Humberto Gomes 35 anos 1,93 m ABC
4 PE Portugal Fábio Vidrago 24 anos 1,80 m ABC
6 LE Portugal Hugo Rocha 30 anos 1,93 m ABC
7 C Portugal Pedro Seabra 23 anos 1,79 m ABC
8 LE Portugal João Santos 21 anos 1,93 m ABC
9 P Portugal Carlos Siqueira 22 anos 1,95 m Belenenses
10 PE Portugal Diogo Branquinho 19 anos 1,85 m São Bernardo
12 GR Portugal Emanuel Ribeiro 18 anos 1,89 m ABC (juniores)
14 P Portugal Ricardo Pesqueira 21 anos 1,95 m ABC
19 PD Portugal Carlos Martins 19 anos 1,80 m ABC
22 LE Portugal Nuno Grilo 26 anos 1,93 m Benfica
25 LE Portugal Vasco Areias 19 anos 1,85 m ABC (juniores)
38 GR Portugal Bruno Dias 25 anos 1,81 m ABC
60 LD Portugal Nuno Rebelo 22 anos 1,93 m ABC
67 C Portugal Tomás Albuquerque 20 anos 1,82 m ABC (juniores)
73 LE Portugal João Paulo Pinto 24 anos 1,89 m Belenenses


Competições Europeias[editar | editar código-fonte]

[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Site Oficial do ABC

  1. http://www.ehfcl.com/men/2016-17/clubs/2103/ABC%2FUMinho