Acadêmicos do Dendê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dendê
Bandeira do GRES Acadêmicos do Dendê.png
Fundação 25 de junho de 1992 (25 anos) [1] [2]
Cores

Azul

Branco
Símbolo Pomba branca voando sobre a comunidade[3]
Bairro Tauá [1] [2]
Presidente Marcos Albuquerque
Desfile de 2018
Enredo Feira de Caruaru
Posição de desfile Nona escola a desfilar no dia 17/02/2018
Site oficial
www.academicosdodende.com.br

Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Dendê (ou simplesmente Acadêmicos do Dendê) é uma escola de samba brasileira da cidade do Rio de Janeiro, sediada no bairro do Tauá, Zona Norte da cidade.[4] Foi fundada em 25 de junho de 1992, originária do antigo bloco Unidos do Dendê, em 1965, após a extinção do bloco Unidos da Cova da Onça. Conquistou três campeonatos e quatro vice-campeonatos em grupos de acesso.

História[editar | editar código-fonte]

Personalidades como Cid Pinheiro, Moacir, Filinho, Tino, Belizário Pinheiro, Fizinho, Egídio, Bilo, China e Aurélio se reuniram na residência do Sr. Cid Pinheiro {Presidente/fundador}, localizada na rua Catugí, 23, a fim de formar a nova comissão de carnaval. O bloco tornou-se então o grande campeão da categoria banho de mar a fantasia e em campeonatos internos na Ilha do Governador. Um breve intervalo nas atividades do Unidos do Dendê, contribuiu para o surgimento de dois novos blocos: Canarinhos e Falange.

Em 1990, a união desses dois grupos daria um novo impulso ao carnaval da comunidade. Em 1991, o bloco foi campeão. No ano seguinte, o bloco alcançou o título de Acadêmicos do Dendê, tendo como cores oficiais o azul o branco, que decoram seu pavilhão.

Campeã do Grupo B em 1995, a Acadêmicos do Dendê, acabou tendo que disputar novamente o mesmo Grupo em 1996, por causa da extinção da LIESGA. Não deu outra, a escola apresentou-se mais uma vez muito bem, como o enredo "Prédio Roubado, Ponha-se na Rua... Ora pois pois",conquistando o vice-campeonato, o que lhe valeu uma vaga no Grupo de Acesso A em 1997.

Depois de um ano sem desfilar, por causa de brigas internas, a Acadêmicos do Dendê voltou em 2000 à avenida para homenagear os 500 anos do Descobrimento do Brasil.

Em 2006 Antonio entra para a Escola e dá uma nova dinâmica administrativa.

Em 2007, a agremiação desfilou no Grupo C, ficando quase perto de voltar ao Grupo B, terminando na 2º colocação, mesmo tendo citada por toda impressa como a melhor que desfilou no grupo.

Em 2009, a escola do Dendê homenageou os carnavais que passaram na TV Manchete, com enredo Pode preparar o seu confete, este ano na Avenida tem Manchete, de autoria de Paulo Brasil. Contudo, a agremiação ficou em 10°lugar com 156,1 pontos, permanecendo para o mesmo grupo em 2010.

Para 2010, a escola do Dendê homenageo o compositor Ismael Silva, com o enredo A Origem de uma Estrela! De Niterói para a História... De Deixa Falar à Estácio de Sá, Ismael Silva, sua vida o Dendê contará!, de autoria de Almir Jhunior sendo rebaixada para o Grupo D em 2011.

Em 2011 o Dendê com o enredo “Saideira – Uma paixão Nacional”, do carnavalesco Severo Luzardo, fez um belo desfile contando a história da cerveja.Mesmo com a boa apresentação, a Acadêmicos do Dendê terminou em terceiro, a apenas 0,5 pontos da campeã Império da Praça Seca.

No ano de 2012, apresentou um enredo sobre a Ilha do Governador, fazendo um desfile que brigaria pelo título,[5] mas pecando nas obrigatoriedades, o que fez que continuasse no grupo D.

Para 2016, a Agremiação, optou por 2 grandes talentos: Luiz Antônio de Almeida, um grande talento descoberto em 2014, no carnaval carioca, com passagens nos carnavais do Rio e São Paulo, aliado a Severo Luzardo, conhecido e premiado carnavalesco. Os dois, fazendo essa "dobradinha", levarão com maestria, esta obra para o Carnaval de 2016.

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Imagem do desfile de 2015, sobre a Rainha Ginga.
Imagem do desfile de 2011, com o enredo "Saideira, uma paixão nacional".
"Dendêlurb", alegoria do desfile de 2013.
Imagem do desfile de 2015.
O casal de Mestre-sala e Porta-bandeira no desfile de 2015.

Presidência[editar | editar código-fonte]

Presidente Mandato Referência
José Carlos de Araujo 1993 - 1996 [6]
Antonio Carlos da Costa ("Kid") 1997 - 2003 [6]
Moisés Costa Neris 2004 - 2005 [6]
Ubiraci de Oliveira ("Macalé") 2006 - 2009 [6]
Antonio Luiz dos Santos Costa ("Tuninho") 2010 - 2013 [6]
Fabiano Cosme Nascimento 2014 - 2016 [7]
Luiz Marcos de Souza Albuquerque 2017 - [carece de fontes?]

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Intérpretes oficiais Período Referência
Quinho e Neguinho da Ilha 1996 [8]
Carlinhos de Pilares 1997 [9]
Duda do Dendê 2000 [10]
Decicka Jones 2003 [11]
Ednaldo de Lima 2005 - 2014 [12][13]
Dou’m Guerreiro 2015 [14]
Bruno Revelação 2016 - 2017 [15]
Felipe Lima 2017

Comissão de frente[editar | editar código-fonte]

Coreógrafo(a) Período Referência
Denise Acquarone 2007 - 2008 [16][17]
Erick Bruno 2009 [18][19]
Erick Bruno 2010
Claudio Massena 2011 [20]
Jaime Arôxa 2012 [21][22]
Renan França 2013 [23]

Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Casal Período Referência
Élcio PV e Dóris 1996 [8]
José Augusto e Ana Carolina 2005 [12][24]
Guga e Nathália 2007 [25][16]
André e Patrícia 2008 [26]
Jean e Patrícia 2009 [18][19]
Eduardo Silva e Pâmela Christo 2010 [27][28]
Jhonny e Tuane 2011 [29][20]
Marlon Flores e Bárbara Verçoza 2012 [22][30]
Foguinho e Tuany Serra 2015 [7][14]
Paulo Henrique Barbosa e Tuany Serra 2016 [15]
Foguinho e Caroline 2017
Ruan e Kamille 2018

Bateria[editar | editar código-fonte]

Mestres[editar | editar código-fonte]

Diretor de bateria Período Referência
Mestre Odilon 1996 [8]
Mestre Edinho 1997 [9]
Mestre Felipe 1999 [31]
Mestres Felipe e Rabicó 2000 [10]
Mestre Renato Alves Gomes 2001 - 2002 [32][33]
Mestre Rabicó 2003 - 2004 [11][34]
Mestre Alan 2005 [12][24]
Mestre Rabicó 2006 [35]
Mestre Luís Fernando 2007 - 2008 [16][26]
Mestre Alan 2009 [18][19]
Mestre Luís Fernando 2010 [27]
Mestre Sagui 2011 - 2014 [29][22][13]
Mestres Mauricio e Marcelo 2013
Mestre Mauricio 2014 - 2015
Mestre Fernando Marins 2015 - 2017 [36]
Mestre Sagui 2017
Mestre Felipe 2018

Rainhas[editar | editar código-fonte]

Rainha de bateria Período Referência
Kelly Christina 2010
Luise Alves 2014 - atualmente [36]

Direção[editar | editar código-fonte]

Carnaval[editar | editar código-fonte]

Diretores de carnaval Período Referência
Ubiraci de Oliveira ("Macalé") 2001 - 2006 [32][37]
André Felipe 2007 [16]
Valdo Rosa 2008 [26][17]
Marli Matos 2009 [18][19]
Almir Jhunior 2010
Jorge Ripper 2011 [29][20]
Cláudio Luiz ("Peixe") 2012 - atualmente [22][36]

Harmonia[editar | editar código-fonte]

Diretores de harmonia Período Referência
Valdo Rosa 1999 - 2001 [31][32]
Ubiraci de Oliveira ("Macalé") 2005 [12]
Francisco de Assis ("Baiano") 2007 [25][16]
Edson Honorato 2008 - 2010 [26][27]
Marcos Albuquerque 2011 - atualmente [36][29]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Carnavais do GRES Acadêmicos do Dendê
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
1992 Não desfilou Desfile de Avaliação "Rio, que te quero verde"
(Samba-enredo composto por J. Brito, Bujão e Márcio do Dendê)
Deco e Zezinho [38]
1993 Vice-campeã Desfile de Avaliação "Tem cupido no samba"
(Samba-enredo composto por Marcílio e Pelé)
Deco e Zezinho [39]
1994 Campeã Grupo C "Ser chic na avenida chique"
(Samba-enredo composto por Maurição, Robertinho Devagar e Bizú)
Amarildo de Mello [40]
1995 Campeã Grupo B "Essa água é fogo"
(Samba-enredo composto por Luisinho, Valdo Rosa, Neguinho da Ilha)
Amarildo de Mello [41]
1996 Vice-campeã Grupo B "Prédio roubado, ponha-se na rua... Ora pois, pois!"
(Samba-enredo composto por Jeferson, Nico, Pedro, Bengala, Ronald, Neguinho da Ilha e Luisinho)
Amarildo de Mello [8]
1997 9.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo A "Do pasto, fantasia, do gado, alegoria"
(Samba-enredo composto por Mingau, Leo da Ilha, Waldir, Ednaldo de Lima e Tonho)
Edson Siqueira [9]
1998 11.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo B "Africano ou baiano? Sou natural dos orixás, sou o tempero do meu Rio de Janeiro, sou carnaval"
(Samba-enredo composto por Dalmo Roth e Rose Joal)
Betto Maia e Pierre Le Petit [42]
1999 12.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo C A escola não desfilou, terminando em último lugar e sendo rebaixada de grupo [31]
2000 9.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo D "Dos filhos deste solo sou mãe gentil, muito prazer Pátria Brasil"
(Samba-enredo composto por Pardal, Gugu das Candongas e Valdir da Vala)
Alaôr Júnior e Antônio Roberto [10]
2001 Campeã Grupo E "Kid Morengueira, o malandro no Dendê"
(Samba-enredo composto por Eliezer, Silvana da Ilha e Paulinho Serrão)
Antônio Carlos da Costa [32]
2002 7.º Lugar Grupo D "De azul e branco o Dendê canta a Bossa Nova, chega de saudades..."
(Samba-enredo composto por Luizinho, Ratinho, Márcio Monteiro e Julinho)
Antônio Carlos da Costa [43]
2003 7.º Lugar Grupo D "O Brasil e os seres fantásticos"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Cadinho, Gilberto Lua, Maneco, Decicka Jones, Dãozinho e Timbó)
Arnon Carvalhaes [11]
2004 9.º Lugar Grupo D "O cruzeiro que traz o real desembarca no carnaval"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Cadinho da Ilha, Maneco, Gilberto Lua, Decicka Jonnes e Bi Bom de Bola)
Jorge Mendes [34]
2005 5.º Lugar Grupo D "Na história do relógio, tudo tem hora certa"
(Samba-enredo composto por Serjão do Cavaco, Gilberto Lua, Jaú, Doum, Edinaldo, Ariel, Salgadinho, Decika Jonnes e Maneco)
Jorge Mendes [12]
2006 Vice-campeã Grupo D "Com trabalho e cultura, os afro-descendentes constroem o Brasil"
(Samba-enredo composto por Gugu das Candongas, Almir da Ilha, Pardal, Doum e Marquinhus do Banjo)
Inalda Pimentel e Carlos Albuquerque [35]
2007 Vice-campeã Grupo D "Licença vamos pedir, pra nossa folia brincar, quem quiser entre na dança, se assim lhe agradar!"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Bruno Revelação, Gilberto Lua, Maneco, Pedro Migão e Cadinho da Ilha)
Severo Luzardo [25]
2008 6.º Lugar Grupo C "Lendas à brasileira, com sabor de manga e cheiro de jasmim"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Barbieri, Bruno Revelação, Cadinho, Gilberto Lua, Marquinhus do Banjo, Pedro Migão, Serjão do Cavaco e Walkir)
Severo Luzardo [26]
2009 10.º Lugar Grupo RJ-2 "Pode preparar o seu confete, que esse ano na avenida tem Manchete"
(Samba-enredo composto por Barbieri, Ito Melodia, Marquinhus do Banjo e Timbó)
Paulo Brasil [18]
2010 13.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo RJ-2 "O nascimento de uma estrela. De Niterói para a história, de Deixa Falar a Estácio de Sá, Ismael Silva, sua vida o Dendê contará!"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Barbieri, Bruno Revelação, Cadinho da Ilha, Gegê da Ilha, Gilberto Lua, Ginho, Professor e Pedro Migão)
Almir Jhunior [27]
2011 3.º Lugar Grupo D "Saideira, uma paixão nacional"
(Samba-enredo composto por Renan, Richard, Kinho PQD, Fafa Mau Mau e Marcelo WG)
Severo Luzardo e Márcio Puluker [29]
2012 4.º Lugar Grupo D "Loucos pela Ilha"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Bruno Revelação, Birazão, Cadinho da Ilha, Carlinhos Fuzil, Carlos Mistura, Fafa Maumau, Kinho PQD, Lobo Junior, Marcelo China, Marcelo WG, Neco do Banjo, e Pedro Migão)
Carlos Carvalho [22]
2013 5.º Lugar Grupo C "Pode chegar freguesa! O Dendê mostra a cultura e a alegria da feira"
(Samba-enredo composto por César Som Livre, Jaú, Cesinha, Ronald Pennaforte, Adilson BB, Fábio Bala, Fábio Fernandes, Romeu e Henrique)
Carlos Carvalho [44]
2014 11.º Lugar Grupo C "Nosso samba tem história, nossa escola é de samba!"
(Samba-enredo composto por Anderson Diniz, Alexandre Valle, Cadinho, Lobo Jr., Playmobil e Wagner Mariano)
Inalda Pimentel e Marcel Albuquerque [13]
2015 6.º Lugar Série C "A ginga da rainha"
(Samba-enredo composto por Walkir Fernandes, Gugu Das Candongas, Silvana Da Ilha, Beto Mascarenhas, Herbert Rocha, Marquinhos Do Banjo, Play-Mobil)
Severo Luzardo, Clebson Prates e Rodrigo Meiners [14][36]
2016 11.º Lugar
(Rebaixada)
Série C Wandyr Trindade, sua estrela vira um sonho na avenida!
(Samba-enredo composto por Serginho Sumaré, Lula Antunes, André do Cavaco, Luciana Brandão, Washington, Dudu Viana e Dudu Senna)
Severo Luzardo e Luiz Antônio de Almeida [15]
2017 12.º Lugar
(Rebaixada)
Série D Viagem fantástica na arca do poetinha

(Samba-enredo composto por Gugu Das Candongas, Marquinhus do Banjo, Roger Linhares, Rafael Mikaiá, Cadinho, Rosângela Cunha, Antônio Costa Tuninho e Maneco)

Guilherme Alexandre [45]
2018 Série E Feira de Caruaru Guilherme Alexandre

Títulos[editar | editar código-fonte]

A escola possui três títulos de campeã conquistados em grupos de acesso. Em 1994 conquistou seu primeiro campeonato no acesso, com o enredo "Ser chic na avenida chique", do carnavalesco Amarildo de Mello. No ano seguinte, 1995, foi campeã do Grupo B com o enredo "Essa água é fogo", também de Amarildo. Em 1997, desfilou no Grupo A, a segunda divisão do carnaval carioca, nunca tendo desfilado no Grupo Especial - a primeira divisão.

Títulos do GRES Acadêmicos do Dendê
Divisão Títulos Carnavais
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Grupo 3
(Atual Série B)
1 1995
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Grupo 4
(Atual Série C)
1 1994
Trophy (transp. Simón Bolívar Cup).png Grupo 6
(Atual Série E)
1 2001

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Acadêmicos do Dendê.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2005 Troféu Jorge Lafond Intérprete (Ednaldo de Lima) Grupo D [46]
Comissão de frente
2006 Troféu Jorge Lafond Melhor comunicação com o público Grupo D [47]
Bateria (Mestre Márcio Teixeira "Rabicó")
Ala mirim
Velha guarda
Destaque
2007 Troféu Jorge Lafond Ala de passistas Grupo C [48]
2008 Troféu Jorge Lafond Harmonia Grupo C [49]
2015 Elite do Samba Melhor enredo e melhor samba-enredo do Grupo C, além de homenagem especial do presidente Grupo C [50]

Referências

  1. a b Galeria do Samba. «Dados básicos». Consultado em 19 de junho de 2016 
  2. a b Sambario.com. «Sambario». Consultado em 19 de junho de 2016 
  3. Marquês da Folia. «Símbolo». Consultado em 19 de junho de 2016 
  4. «Sambas de enredo». O Batuque. Consultado em 14 de janeiro de 2011 
  5. Mirian Santos (23 de fevereiro de 2012). «Desfile da Acadêmicos do Dendê 2012». Esquina do Samba. Consultado em 11 de março de 2012 
  6. a b c d e Academia do Samba. «Diretoria». Consultado em 24 de maio de 2014 
  7. a b «GRES Acadêmicos do Dendê da Ilha do Governador - sambrasil.net». sambrasil.net. Consultado em 24 de junho de 2016 
  8. a b c d «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1996 - Prédio Roubado, Ponha-se na Rua ... Ora Pois, Pois ! - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  9. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1997 - Do pasto, fantasia, do gado, alegoria - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  10. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2000 - Dos Filhos deste Solo sou Mãe Gentil, Muito Prazer Pátria Brasil - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  11. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2003 - O Brasil e os Seres Fantásticos - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  12. a b c d e «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2005 - Na história do relógio, tudo tem hora certa - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  13. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2014 - Nosso samba tem história, nossa escola é de samba! - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  14. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2015 - A ginga da Rainha - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  15. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2016 - Wandyr Trindade, sua estrela vira um sonho na Avenida! - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  16. a b c d e «2007». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  17. a b «2008». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  18. a b c d e «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2009 - Pode preparar o seu confete que esse ano na avenida tem Manchete - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  19. a b c d «2009». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  20. a b c «2011». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  21. «Acadêmicos do Dendê homenageia a União». Ilha Notícias. Consultado em 24 de junho de 2016 
  22. a b c d e «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2012 - Loucos pela Ilha - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  23. «Acadêmicos do Dendê lançará enredo em sua feijoada de junho». Carnavalesco. Consultado em 24 de junho de 2016 
  24. a b «2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  25. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2007 - Licença vamos pedir, pra nossa folia brincar, quem quiser entre na dança, se assim lhe agradar! - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  26. a b c d e «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2008 - Lendas à brasileira, com sabor de manga e cheiro de jasmim - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  27. a b c d «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2010 - O nascimento de uma estrela. De Niterói para a história, de Deixa Falar a Estácio de Sá, Ismael Silva, sua vida o Dendê contará! - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  28. «2010». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  29. a b c d e «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2011 - Saideira, uma paixão nacional - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  30. «2012». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  31. a b c «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1999 - Escola não se apresentou para o Desfile - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  32. a b c d «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2001 - Kid Morengueira, o Malandro no Dendê - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  33. «2002». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  34. a b «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2004 - O cruzeiro que traz o real desembarca no carnaval - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  35. a b «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2006 - Com trabalho e cultura os afros-descendentes constroem o Brasil - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  36. a b c d e «Tititi do Samba». archive.is. Consultado em 19 de junho de 2016  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "tititi_-_2015" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "tititi_-_2015" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  37. «2004». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 25 de junho de 2016 
  38. «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1992 - Rio, que te quero Verde - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  39. «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1993 - Tem cupido no samba - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  40. «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1994 - Ser chic na Avenida Chic - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  41. «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1995 - Essa água é fogo - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  42. «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 1998 - Africano ou Baiano ? Sou Natural dos Orixás, Sou o Tempero do meu Rio de Janeiro, Sou Carnaval - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  43. «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2002 - De Azul e Branco o Dendê Canta a Bossa Nova, Chega de Saudades... - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  44. «Acadêmicos do Dendê - Carnaval de 2013 - Pode chegar freguesa! O Dendê mostra a cultura e alegria da feira! - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Acadêmicos do Dendê. Consultado em 19 de junho de 2016 
  45. «Acadêmicos do Dendê define enredo para o Carnaval 2017». Manchete Online na Folia. 8 de abril de 2016. Consultado em 19 de junho de 2016 
  46. «Troféu Jorge Lafond 2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 17 de junho de 2016 
  47. «Troféu Jorge Lafond 2006». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  48. «Troféu Jorge Lafond 2007». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  49. «Troféu Jorge Lafond 2008». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 24 de junho de 2016 
  50. http://www.obatuque.com/index.php/serie-a/item/1159-premio-elite-do-samba-chega-a-sexta-edicao-com-festa-neste-domingo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons