Academia Alagoana de Letras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Academia Alagoana de Letras
(AAL)
Lema "Ad immortalitatem
Rumo à imortalidade"
Tipo Associação literária
Fundação 1 de novembro de 1919 (99 anos)
Sede Brasil Maceió  Alagoas
Membros Ver: Lista de membros da Academia Alagoana de Letras
Línguas oficiais Português
Presidente Carlos Méro
Academia Alagoana de Letras

A Academia Alagoana de Letras, com sigla A.A.L., é a entidade literária máxima do estado brasileiro de Alagoas. Foi fundada a 1 de novembro de 1919.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem o portal:

Seu primeiro Presidente foi o Dr. Moreira e Silva. O atual presidente é o Engenheiro Alberto Rostand Lanverly.

Patronos[editar | editar código-fonte]

Possui, como a Academia Brasileira de Letras, 40 Cadeiras numeradas, cada uma delas homenageando um alagoano ilustre já falecido. São seus Patronos:

  • 01 Adriano Jorge
  • 02 Pedro Paulino da Fonseca
  • 03 Ambrósio Lira
  • 04 Torquato Cabral
  • 05 José Alexandre Passos
  • 06 Ciridião Durval
  • 07 Cônego Domingos Fulgino
  • 08 Fausto de Barros
  • 09 Tavares Bastos
  • 10 Moreira e Silva
  • 11 Tomaz Espíndola
  • 12 José Duarte
  • 13 Alves de Amorim
  • 14 Joaquim Cavalcante
  • 15 Sabino Romariz
  • 16 Guimarães Passos
  • 17 Correia de Oliveira
  • 18 M..J. Fernandes de Barros
  • 19 Cônego João Machado de Melo
  • 20 Augusto de Oliveira
  • 21 João Severiano da Fonseca
  • 22 Rosalvo Ribeiro
  • 23 Visconde de Sinimbu
  • 24 Alves de Farias
  • 25 Sebastião de Abreu
  • 26 Melo Moraes
  • 27 Oliveira e Silva
  • 28 Franco Jatobá
  • 29 Aristeu de Andrade
  • 30 Inácio de Barros Acioli
  • 31 Ladislau Neto
  • 32 Dias Cabral
  • 33 Olímpio Galvão
  • 34 Barão de Penedo
  • 35 Roberto Calheiros
  • 36 Inácio dos Passos
  • 37 Mesquita das Neves
  • 38 Messias de Gusmão
  • 39 Afonso de Mendonça
  • 40 Zadir Índio

Membros[editar | editar código-fonte]

Dentre seus membros mais famosos tem-se o Imortal e ex-presidente da Academia Brasileira, Lêdo Ivo, o lexicógrafo Aurélio Buarque de Hollanda Ferreira, o ex-presidente do Brasil Fernando Collor de Mello e o presidente da Fundação Casa do Penedo Francisco Alberto Sales ,

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.