Academia Europeia das Ciências

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Academia Europeia de Ciências (EurASc) (em latim: Academia Scientiarum Europaea) é uma organização internacional sem fins lucrativos, com o objectivo de promover a excelência em ciência e tecnologia.[1] com sede em Bruxelas, na Bélgica, tem cerca de 580 membros, incluindo 65 Prêmio Nobel e Medalha Fields vencedores,[carece de fontes?] a partir de 47 países. Foi criada em 17 de dezembro de 2003.

Desde 2004, a academia tem publicado anuais multidisciplinares, boletins para a ciência e a tecnologia, e, desde 2009, vários livros.

Divisões[editar | editar código-fonte]

A academia tem nove divisões:

  • Química
  • Computacional e Ciências da Informação
  • Ciências da Terra e do Ambiente
  • Engenharia
  • Ciência Dos Materiais
  • Matemática
  • Medicina e Ciências da Vida
  • Física
  • Ciências Sociais

Prémios[editar | editar código-fonte]

Prémio Leonardo da Vinci[editar | editar código-fonte]

O Prémio Leonardo da Vinci foi criado em 2009, para premiar os feitos notáveis de carreira. É atribuído anualmente.[2]

Premiados[editar | editar código-fonte]

Medalhas Blaise Pascal[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Medalha Blaise Pascal
A Medalha Blaise Pascal

A Medalha Blaise Pascal foi criada em 2003 para reconhecer uma excelente contribuição pessoal para a ciência e tecnologia e a promoção da excelência na pesquisa e no ensino. Até seis medalhas podem ser concedidas em qualquer período de um ano.[3]

Simpósios[editar | editar código-fonte]

A academia organiza anualmente uma cerimónia de premiação de cientistas para suas obras em diferentes campos da ciência. A cerimónia, organizada por uma universidade europeia, é, geralmente realizada juntamente com um simpósio de um dia ("O Futuro da Ciência no Século 21"), incidindo sobre um assunto de interesse geral[4].

A sua primeira assembleia geral e cerimónia de premiação foi organizada em Bruxelas e, desde 2009, e anualmente em outro país:

Desde 2012, a academia também tem organizado um simpósio anual chamado "O Futuro das Ciências no Século 21".

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]