Academia Imperatrizense de Letras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Academia Imperatrizense de Letras foi fundada em 27 de abril de 1991. Reunindo literatos e intelectuais de várias cidades da região, a AIL tem se destacado como fomentadora da literatura regional. Seus membros são responsáveis por aproximadamente 70% de toda a publicação editada hoje nessa parte do Estado.

Membros da Academia Imperatrizense de Letras em 25 de Outubro de 2008.

Ao longo dos seus dezoito anos de existência, porém, a AIL não se limitou a se preocupar com a literatura. Esteve presente nas mais diversas discussões sociais, políticas e de caráter comunitário, sendo inclusive representada em vários conselhos em nível municipal. Também promove periodicamente debates sobre questões atuais ou problemas regionais.

Os acadêmicos Leonildo Alves de Sousa e Arnaldo Monteiro.

Fundadores falecidos[editar | editar código-fonte]

  • Alfredo Maranhão – 20 de março de 2001, em Carolina, MA.
  • Waldemar Gomes Pereira – 8 de março de 2002, em Imperatriz, MA.
  • Sebastião Negreiros – 17 de junho de 2003, em São Luís, MA.
  • Vito Milesi – 17 de julho de 2005, em São Luís – MA.
  • Edelvira Marques de Moraes Barros - 21 de novembro de 2007, em Imperatriz, MA.
  • Benedito Batista Pereira - 11 de setembro de 2009, em Imperatriz, MA.[1]

Jurivê de Macedo - Maio de 2010

  • João Renor Ferreira Carvalho - 20 de março de 2016, em São Luis (MA).
  • Adalberto Franklin Pereira de Castro - 2 de março de 2017, em Imperatriz (MA).

Referências

  1. «AIL». AIL. Academia Imperatrizense de Letras (AIL). 27 de abril de 1991. Consultado em 3 de Novembro de 2009. Arquivado do original em 22 de agosto de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]