Academia Nacional das Ciências (Itália)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Academia Nacional das Ciências (em italiano: Accademia Nazionale delle Scienze), também conhecida por Academia dos Quarenta (Accademia dei XL ou Accademia dei Quaranta) e oficialmente designada Accademia Nazionale delle Scienza detta dei XL, é uma academia fundada em Verona no ano de 1782 que funciona como academia nacional de Itália.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1766, antes da unificação da Itália, o matemático Antonio Maria Lorgna lançou a ideia de se constituir uma academia que incluísse os melhores cientistas italianos, independentemente da entidade política ou estado a que pertencessem.

Em 1781 Lorgna recebeu o apoio da maioria dos cientistas italianos, entre os quais Alessandro Volta, Lazzaro Spallanzani e Ruggero Giuseppe Boscovich.

Em 1782 a academia foi fundada com o nome de Società Italiana delle scienze detta dei XL,[1] reunindo os quarenta mais prestigiosos homens de ciências italianos da época.

A Accademia administra numerosos prémios.[2][3]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Accademia di agricoltura, scienze e lettere di Verona, Anton Maria Lorgna nel 250º anniversario della nascita, Convegno svoltosi il 28 settembre 1985 a Verona, Palazzo Erbisti, Verona: Grafiche Fiorini, 1985
  2. «Accademia Nazionale delle Scienze detta dei XL, Medaglia "Matteucci".». Consultado em 15 de março de 2011. Arquivado do original em 15 de novembro de 2011 
  3. «Elenco dei premiati con medaglia d'oro dei XL». Consultado em 25 de julho de 2015. Arquivado do original em 2 de abril de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]