Academia Real de Belas-Artes de Bruxelas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Académie Royale des Beaux-Arts, Bruxelas, 1935 (fotografia de Léon van Dievoet)

Academia Real de Belas Artes (francês: Académie Royale des Beaux-Arts - École supérieure des Arts de la Ville de Bruxelles (ARBA-ESA); neerlandês: Koninklijke Academie voor Schone Kunsten van Brussel) é uma escola de arte belga fundada em Bruxelas, em 1711. Em princípio, ficava localizada numa sala de prédio da prefeitura. Em 1876, foi transferida para um edifício que antes abrigava um convento e orfanato na Rue du Midi, reabilitado pelo arquiteto Pierre-Victor Jamaer, onde a escola ainda opera.[1] Figuras como James Ensor, René Magritte, Paul Delvaux, Peyo, Vincent van Gogh, Éliane de Meuse e Zhang Chongren passaram pela escola.

Referências

  1. «300 years of history of the Académie Royale des Beaux-Arts». Ville de Bruxelles. Consultado em 10 de julho de 2017. Arquivado do original em 9 de março de 2015