Academia Rio-Grandense de Letras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Academia Rio-Grandense de Letras tem como objetivo o culto às letras e o estímulo da cultura do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada em 1 de dezembro de 1901, com 25 membros fundadores, a maioria ligada à imprensa: Apeles Porto-Alegre, Mário de Artagão, Romaguera Correia, Aquiles Porto-Alegre, José Carlos de Sousa Lobo, Sebastião Leão, Joaquim Alves Torres, Francisco Lourenço da Fonseca, Apolinário Porto-Alegre, Andrade Neves Neto, Paulino Azurenha, Aurélio Júnior, Alfredo Lisboa, Mário Totta, Caldas Júnior, Marcelo Gama, Olinto de Oliveira, Benjamin Flores, Tito Vilalobos, Ernesto Silva, Zeferino Brasil, Alcides Lima, João Cândido Maia, Alcides Maya e Alfredo Ferreira Rodrigues.

Com o tempo, seus membros fundadores se encontravam dispersos ou falecidos. Em 11 de junho de 1910, foi reinaugurada com o nome de Academia de Letras do Rio Grande do Sul. Em 20 de outubro de 1932, é fundado o Instituto Rio-Grandense de Letras; na mesma época, a Academia passava por novo período de inatividade, que é brevemente interrompido em 1934. Em 1944, a Academia retoma seu nome original, produto da fusão da Academia Rio-Grandense de Letras e da Academia de Letras do Rio Grande do Sul.

Patronos das cadeiras[editar | editar código-fonte]

Cadeira Patrono Acadêmico atual
1 Manuel de Araújo Porto-Alegre José Eduardo Degrazia
2 Carlos von Koseritz Moacyr Flores
3 Félix da Cunha José Edil de Lima Alves
4 Gaspar Silveira Martins Caio Riter (eleito)
5 Bernardo Taveira Júnior Maria da Glória Jesus de Oliveira
6 Apolinário Porto-Alegre Élvio Vargas
7 Carlos Augusto Ferreira Percival Puggina
8 José Teodoro de Sousa Lobo Raul Moreau Neto[1][2] (falecido)
9 Ramiz Galvão Franklin João Marcantonio da Cunha
10 Aquiles Porto-Alegre Nilson Luiz May[3]
11 Padre Carlos Teschauer Luís Alberto Cibils
12 Francisco Lobo da Costa César Alexandre Pereira
13 Carlos Alberto Miller Jaime Piterman
14 Antônio Vicente da Fontoura Xavier Airton Ortiz
15 Múcio Teixeira Marô Barbieri
16 Artur Pinto da Rocha Kathrin Holzermayr Lerrer Rosenfield
17 Timóteo Faria Corrêa Heino Willy Kude
18 Alfredo Varela Marília Beatriz Cibils Becker
19 João Cezimbra Jacques Joaquim Moncks
20 João Simões Lopes Neto Hilda Agnes Hübner Flores
21 Alfredo Ferreira Rodrigues Avelino Alexandre Collet
22 Juvenal Octaviano Miller Sérgio Borja
23 Caldas Júnior Zélia Helena Dendena A. Sampaio
24 Zeferino Brasil Jaime Vaz Brasil
25 Alberto da Costa Correia Leite Walter Galvani da Silveira
26 João Borges Fortes Luiz de Martino Coronel
27 Aníbal Teófilo José Carlos Rolhano Laitano
28 João da Silva Belém Lauro Trevisan
29 José Carlos de Sousa Lobo Rafael Bán Jacobsen[4]
30 Gregório da Fonseca Waldomiro Carlos Manfroi
31 Paulino Azurenha Ruben Daniel Méndez Castiglioni[5]
32 Pedro Velho Cláudio Moreno
33 César de Castro Luiz Osvaldo Leite
34 Fernando Osório Filho (vaga)
35 Roque Callage Jane Tutikian
36 Lindolfo Collor José Moreira da Silva
37 Felipe de Oliveira Alcy Cheuiche
38 Eduardo Guimarães António Filipe Sampaio Neiva Soares
39 Francisco Ricardo Francisco Pereira Rodrigues
40 Alceu Wamosy Colmar Pereira Duarte

Quadro suplementar[editar | editar código-fonte]

Acadêmicos falecidos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]