Academia ao ar livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Academia do ar livre em Torremolinos, Espanha.
Academia ao ar livre em Coronel Fabriciano, Minas Gerais, Brasil.

Academia ao ar livre (também abreviada como AAL) é o nome dado para as instalações de aparelhos de musculação e exercícios físicos implantados em espaços públicos, como em praças e parques. Constituem uma espécie de playground, porém na maior parte das vezes voltado para o público acima de 12 anos de idade.[1]

São notadas em diversas partes do mundo. Na China, por exemplo, foram popularizadas durante a campanha para os Jogos Olímpicos de Verão de 2008, reservando 20 000 000 m² de academias ao ar livre por todo o país com objetivo de incentivar a prática de esportes.[2] Nos Estados Unidos e na Europa são similares às "trilhas fitness", que se popularizaram entre as décadas de 1960 e 70.[3]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Foram difundidas no Brasil através do Programa Brasil Saudável, lançado pelo Ministério da Saúde em 2005, mas seguindo uma proposta originada em Porto Alegre em 1926, com a criação da "praça de esporte e recreação". Posteriormente, houve um projeto semelhante com a criação do Movimento Esporte para Todos em 1960, multiplicando os conjuntos.[1] Normalmente contam com equipamentos de surfe, remo, alongador, rotação vertical e dupla diagonal, pressão de pernas, multiexercitador, esqui e simulador de caminhada e cavalgada.[4]

As instalações iniciadas em 2005 são parte das ações previstas pela Estratégia Global de Alimentação e Atividade Física, proposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2004. Houve uma remodelação dos aparelhos, incluindo o layout e o uso de cores vibrantes como estratégias para incentivar seu uso,[1] sendo apontados pelos profissionais da saúde como eficientes para trabalhar a força muscular e as articulações.[5]

Referências

  1. a b c de Pieri, Brunno Fernandes (2015). «Motivação para a prática de exercícios físicos em academias ao ar livre em praças públicas». Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp): 24. Consultado em 22 de junho de 2017. Cópia arquivada em 22 de junho de 2017 
  2. Xinhua News Agency (29 de agosto de 2008). «Olympic passion turns into "exercise fervor" in China» (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2017 
  3. Randall, Laura (2008). «9. Museum Trail». Day and Overnight Hikes: Palm Springs (em inglês). Birmingham, Alabama: Menasha Ridge Press. p. 59. 178 páginas. ISBN 9780897327718. Consultado em 20 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2017 
  4. Guia São José dos Campos (15 de maio de 2012). «Prefeitura implanta mais uma academia ao Ar Livre». Consultado em 22 de junho de 2017. Cópia arquivada em 22 de junho de 2017 
  5. G1 (30 de janeiro de 2014). «Entenda os benefícios e como usar aparelhos de academias ao ar livre». Consultado em 22 de junho de 2017. Cópia arquivada em 22 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.