Acherontia atropos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaAcherontia atropos
Acherontia atropos ♀

Acherontia atropos
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Lepidoptera
Família: Sphingidae
Género: Acherontia
Espécie: A. atropos
Nome binomial
Acherontia atropos
Linnaeus, 1758
Distribuição geográfica
Distribuição (vermelho: todo o ano; laranja: verão)
Distribuição (vermelho: todo o ano; laranja: verão)

Acherontia atropos (Borboleta-caveira) é uma grande mariposa com uma envergadura 90–130 mm. Distingue-se pela forma vaga de caveira que se encontra no seu dorso.

Sendo uma exceção no mundo dos insetos em respeito à forma de produção de som, emite pulsos sonoros de curta duração produzidos por intermédio de uma cavidade de ar fechada por uma válvula vibrante.[1]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Uma borboleta-caveira aparece na capa do romance As Intermitências da Morte do escritor José Saramago.

No filme O Silêncio Dos Inocentes a borboleta aparece no pôster, a tapar a boca da personagem Clarice M. Starling (interpretada por Jodie Foster), em referência ao título "silêncio", sendo a caveira nas costas da borboleta a fotografia idealizada por Salvador Dalí "In Voluptas Mors". Um casulo de borboleta é posto sob o palato das vítimas do assassino em série Buffalo Bill, como um símbolo de sua almejada transformação. O personagem interpretado por Anthony Hopkins, o canibal Dr. Hannibal Lecter, refere-se às borboletas como um símbolo de transformação, associadas aos transgêneros e travestis, e ao assassino Buffalo Bill, que desejava mudar de identidade através duma veste formada por peles de suas vítimas.

Referências

  1. A. W. Ewing (1989). Arthropod Bioacoustics: Neurobiology and Behaviour. Cornell Univ. Press.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Acherontia atropos