Acir Gurgacz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Acir Gurgacz
Senador por Rondônia Rondônia
Período 5 de novembro de 2009
até a atualidade
Dados pessoais
Nascimento 25 de fevereiro de 1962 (55 anos)
Cascavel-PR
Esposa Ana Maria Cardoso Gurgacz
Partido PDT
Profissão Empresário

Acir Marcos Gurgacz (Cascavel, 25 de fevereiro de 1962) é um empresário e político brasileiro. Segundo o Senado Federal, Acir não possui diploma universitário. [1]

Empresário do ramo de transporte rodoviário e urbano, comunicações (Sistema Gurgacz de Comunicação) e educacional (Fundação Assis Gurgacz), empresas de sua família, de ascendência polonesa.[2] Migrou para Rondônia em virtude de suas atividades empresariais.

Seu pai, Assis Gurgacz, fundou a empresa União Cascavel, que iniciou suas atividades em 1964, em Cascavel, no Paraná, e foi a primeira empresa de ônibus a fazer a ligação Norte-Oeste-Sul do Brasil. Em 1972 instalou sua filial em Ji-Paraná (RO). Hoje, com o nome de EUCATUR, está presente em 23 estados brasileiros, além de operar na Venezuela e Bolívia. O grupo familiar opera também empresas nos ramos de mineração, pecuária, comunicação.

Gurgacz afastou-se das empresas e ingressou na política em 2000, quando disputou a prefeitura de Ji-Paraná, sendo eleito com 70% dos votos válidos. Em 2002 disputou com outros seis candidatos o governo de Rondônia, obtendo 16,89% dos votos válidos no primeiro turno, na terceira colocação. O segundo colocado obteve 20,23% e o primeiro 29,62% dos votos válidos. Em 2006, Acir disputou uma vaga ao Senado Federal, obtendo 210.531 votos, 31,1% dos votos válidos na eleição, e foi diplomado senador pelo TRE-RO após a cassação do primeiro colocado, que obtivera 39%, pelo crime de compra de votos, em 12 de abril de 2007, seis meses após a eleição. O processo judicial, no entanto, demorou quase três anos para percorrer todas as instâncias, e a decisão do TSE foi finalmente ratificada pelo STF no último dia 28 de outubro. Atualmente, o senador Acir Gurgacz é também o presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT) em Rondônia. No Senado, preside a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária.

O Tio do senador Acir, Airton Gurgacz foi vice-governador de Rondônia e o seu pai Assis Gurcacz é seu 1º suplente.

Em 2014 foi reeleito Senador por Rondônia.

Em 2016, votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff,[3] contrariando seu próprio partido, o PDT.[4] Dias depois, declarou que Dilma não teria cometido crime de responsabilidade fiscal,[5] o que provocou uma série de questionamentos a respeito da legitimidade da votação.[6]

Ainda em 2016, e no início de 2017, uma das várias empresas da família Gurgacz, a Eucatur, que enfrenta processo de Leilão na Justiça, por conta de uma pedalada fiscal com a Fazenda Nacional,[7] e foi citada entre as empresas que mais frequentam a Justiça do Trabalho[8], assim como entra as empresas que mais devem para a previdência social.[9] Recebeu um grande aporte de dinheiro e crédito, que foram utilizados na aquisição de vinte (20) novos veículos modelo Volvo, de última geração, cujo preço de mercado, está avaliado em aproximadamente R$ 1.000.000,00 de reais, segundo a empresa foram investidos na compra mais de R$ 20 milhões.[10]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Expedito Júnior
Senador por Rondônia
2009 –
Sucedido por
em exercício