Acrilamida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde Junho de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Acrilamida
Alerta sobre risco à saúde
Acrylamide-2D-skeletal.png Acrylamide-MW-2000-3D-balls.png
Acrylamide-MW-2000-3D-vdW.png
Nome IUPAC Prop-2-enamida
Outros nomes Acrilamida
Amida acrílica
Identificadores
Número CAS 79-06-1
PubChem 6579
ChemSpider 6331
SMILES
InChI 1/C3H5NO/c1-2-3(4)5/h2H,1H2,(H2,4,5)
Propriedades
Fórmula química C3H5NO
Massa molar 71.07 g mol-1
Densidade 1.13 g/cm³
Ponto de fusão

84.5 °C

Ponto de ebulição

- (polymerization)

Solubilidade em água 204 g/100 ml (25 °C)
Riscos associados
MSDS ICSC 0091
Classificação UE Toxic (T)
Predefinição:Carc2
Predefinição:Muta2
Predefinição:Repr3
Índice UE 616-003-00-0
NFPA 704
NFPA 704.svg
2
3
2
 
Frases R R45, R46, R20/21,
R25, R36/38, R43,
R48/23/24/25, R62
Frases S S53, S45
Ponto de fulgor 138 °C
Temperatura
de auto-ignição
424 °C
Compostos relacionados
Amidas relacionados Propionamida
Metacrilamida (2-metil-propenamida)
Crotonamida (but-2-enamida)
Compostos relacionados Ácido acrílico
Poliacrilamida
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.


A acrilamida ou propenamida é a amida derivada do ácido acrílico ao se substituir o -OH da carboxila pelo -NH2. Sua fórmula química é C3H5NO. Seu polímero é a poliacrilamida. Acrilamida pode ser produzida via direta por catalise da acrilonitrila em água desmineralizada em presença de cobre metálico e temperatura, modificando diretamente radical ciano para radical amida assim obtendo monómero de acrilamida. Também pode obter acrilamida na forma sólida através de processos de sublimação e resfriamento para cristalização e purificação.

  • Usos

A acrilamida é um monómero intermediário da produção e síntese de polímeros de alto peso molecular, devido maioritariamente às suas propriedades enquanto agentes floculantes. Estes polímeros solúveis em água apresentam numerosas aplicações ao nível industrial, nomeadamente enquanto aditivos no tratamento de águas residuais, exploração de minérios, recuperação petrolífera, produção de papel, indústria de cosméticos, fabrico de tintas e de têxteis. Também é comum a utilização destes polímeros enquanto géis de eletroforese para separação de proteínas. Este monómero tornou-se um composto amplamente sintetizado a nível industrial devido à facilidade da sua síntese, custo reduzido e possibilidade de obtenção de polímeros estáveis. [1]

  • Vias de exposição

As principais vias de exposição humana à acrilamida são a ingestão, a inalação, absorção cutânea e o contato com olhos/pele.[2]

  • Grupos de risco [3]

Os indivíduos mais potencialmente expostos são:
- Fetos e lactentes;
- Crianças;
- Fumadores ativos e passivos;
- Trabalhadores de certas indústrias: trabalhadores do setor de papel e celulose, construção, fundição, perfuração de poços de petróleo, têxteis, cosméticos, processamento de alimentos, plásticos, entre outros;
- Indivíduos com doenças na pele, nos olhos, no sistema respiratório e no sistema nervoso central ou periférico.

  • Orgãos alvo [4]

- Olho;
- Pele;
- Pulmões;
- SNC e SNP;
- Sistema reprodutor masculino;
- Sistema reprodutor feminino.

  • Efeitos tóxicos [5]

Os efeitos tóxicos mais comuns associados a exposição aguda são:
- Irritação da pele: formigueiro, bolhas, descamação;
- Tosse e dor de garganta após inalação;
- Dor abdominal após ingestão;
- Irritação e ardor dos olhos após contacto.
- Encefalopatia (pode ocorrer em intoxicações agudas graves).
Os efeitos tóxicos associados a exposição crónica são predominantemente sensório-motores:
- Confusão;
- Alucinações;
- Tonturas;
- Perda de memória;
- Perda sensorial;
- Perda de reflexos;
- Parestesias;
- Fraqueza;
- Fala arrastada;
- Tremores;
- Atrofia muscular;
- Ataxia;
- Nistagmo;
-Paralisia.


Ícone de esboço Este artigo sobre um composto orgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. https://fabianafruivo.wixsite.com/acrilamida2017/
  2. https://fabianafruivo.wixsite.com/acrilamida2017/
  3. https://fabianafruivo.wixsite.com/acrilamida2017
  4. https://fabianafruivo.wixsite.com/acrilamida2017
  5. https://fabianafruivo.wixsite.com/acrilamida2017