Action Hiken (revista de mangá)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Revista Action Hiken Logo da Action Hiken
Logo da Action Hiken
Capa da primeira edição da revista (Novembro de 2015).
País de origem  Brasil
Língua de origem português
Proprietário Estúdio Armon Logo do Estúdio Armon
Editora(s) Fábio Gesse (Editor Chefe)
Periodicidade mensal
Formato de publicação antologia
Primeira edição novembro de 2015
Lançada em 2015 - atualmente
Público alvo shōnen
Número de páginas Varia entre 170 - 200 páginas
Local da acção Presidente Prudente (Sede)

Campinas

Site oficial Site Oficial da Action Hiken

A Revista Action Hiken é uma revista de mangá brasileira publicado pelo Estúdio Armon,que possui uma coletânea de séries de mangás, tanto brasileira quanto portuguesa. Seu formato lembra as revistas de mangás do Japão (como: Weekly Shōnen Jump, Weekly Shōnen Sunday e Weekly Shōnen Magazine), possuindo o mesmo sistema de votação de mangás que os leitores escolhem para decidir qual o melhor mangá e aqueles que estarão na revista, conhecidos como TOC. Suas séries mais famosas até o momento 2019, são: Age of Guardians, Oxente, Aquela Pequena e Doce FADA MORTÍFERA em Nosso Caminho, Valón e Demon Hunters (este último criado por Diogo Cidades, que é de Portugal)

História[editar | editar código-fonte]

Antes da Action Hiken pertencer ao Estúdio Armon, era chamada de Weekly Shonen Action, que tinha quase a mesma ideia base do que ela é hoje, mas não teve um sucesso obtido. Em uma entrevista, feita pelo desenhoonline.com, o Editor-Chefe da Action hiken, Fábio Gesse tinha dado depoimento sobre o fato em que ocorreu e como o Estúdio Armon adquiriu a Weekly Shonen Action:

"Em 2015, o Estúdio Armon estava rumando para completar seus 3 anos de existência, e conhecemos uma proposta bem bacana na internet. Uma revista “semanal” de quadrinhos lançada em formato digital, e tinha até uma versão impressa de forma completamente artesanal (que infelizmente, nunca tive a oportunidade de ter em mãos), chamada Weekly Shonen Action. Eu não conheci o rapaz que organizava a empreitada, mas logo que a conheci, daí uns meses, ela foi extinta. Em primeiro momento, fiquei meio decepcionado, porque era algo de que já estávamos órfãos desde que os projetos da Mangá Pride, Conexão Nanquim e Ação Magazine tinham dado errado também. Muitos diziam que esse formato de publicação nunca daria certo no Brasil, então minha vontade de tentar foi crescendo. E para minha surpresa, uns meses depois, um dos autores da antiga revista, que acabava de entrar na equipe do Estúdio Armon, disse que tinha reunido os outros autores e eles estavam procurando um novo editor-chefe. Daí então, uni a fome com a vontade de comer, e peguei o projeto para reerguê-lo, com novo nome, novos autores e uma nova proposta." [1]

A partir dalí, o Estúdio Armon tem conseguido obter reconhecimento pelo ótimo trabalhos das obras feito por diversos artistas, que nas primeiras edições foram: Ingrid Oliveira (Autora de Age of Guardian), Kleverson Lacerda(Autor de Varinha das Almas) e Eddy Fernandes e Wolf Doryack(Autores de Som da Coragem) ,usando a arte mangá. [2]

Hoje em dia[editar | editar código-fonte]

Hoje, a revista possui mais de 10 séries ativas, e é uma das coletâneas de mangás que está a mais tempo no Brasil e a que mais possui edições.

Ficheiro:Oxentenacapaprincipal.jpg
Personagem Serafim com um tatu da série de mangá Oxente, na capa Principal

Mangakas[editar | editar código-fonte]

Há muitos mangakás na revista, os mais famosos são:

Autor Título da série
Ingrid Oliveira Age of Guardian
Rhenato Guimarães Oxente
Everton "Joey" Valón
Diogo Cidades Demon Hunters
Paulo Alberto
  • Mila
  • Sing
Edson Masakiro
  • Tropicária
  • Element's Curse
Jayson Santos Hooligan
Mailson Ferreira Final Spark
Jazi Almeida Two sided
Fracinildo Sousa As aventuras de Shinobinho no Uniaction
Pammella Marins Anjo da Guarda
Israel Guedes T-Hunters
Eddy Fernandes (arte) Wolf Doryack (Roteiro) Som da Coragem
Ever Sousa
  • Suriblade
  • Super Crush Girl (one-shot que ganhou no concurso)
Alexis Portugal Dama Fatal (one-shot)
Fábio Gesse Roterista de muitas one-shots, uma delas é
  • Borboleta
  • Dimension Boy
Gabriel Silva Máscaras da Humanidade - concluida em 2019
Lucas Gesse
  • Talento FC
  • De Repente, Shoujo!! /
  • Jack Dynamite (com participação de Fábio Gesse)
Wally Silva Cherry Lips
Hugo Biancarelli
  • Manual dos Carteiros
  • O Grande Manual de Combate as Bruxas

Títulos[editar | editar código-fonte]

Na Revista Action Hiken, os títulos principais são:

  • Age of Guardian (desde 2015)
  • Anjo da Guarda
  • Aquela Pequena e Doce Fada Mortífera em Nosso Caminho
  • Demon Hunters
  • Final Spark
  • Hooligan
  • Mila
  • Oxente
  • Som da Coragem (desde 2015)
  • Two sided
  • Valón

e também conta com tirinhas:

  • Escovando os dentes com... João
  • Gatafunho
  • Tê Rex

Publicação[editar | editar código-fonte]

A duas maneiras de publicar uma obra de mangá na Action Hiken:

  1. O autor faz a obra de mangá que possui uma história fechada, conhecida como one-shot, e envia para os contatos do Estúdio Armon, onde será decidido se a obra está de acordo com a idéia da revista.
  2. Outra que é a mais famosa, através de um concurso de manga promovida pelo Estúdio Armon através da Revista Action Hiken, este concurso, além de publicar na Action Hiken, também ganhará alguns prêmios (geralmente obras do Estúdio Armon ou sketbooks).

Lucro[editar | editar código-fonte]

Quando os autores lançam uma obra de mangá, geralmente não se tem muito lucro. Mas quando lança uma obra de sucesso, assim como ocorre no Japão, as obras ganham uma versão Tankōbon de sua obra, e se esses livros venderem muito, a chance do mangaká ficar com um grande lucro são altas.

Indicações e Prêmios[editar | editar código-fonte]

A Edição 24 de Outubro de 2017 foi indicado no 30º Troféu HQ MIX na Categoria Publicação Mix, isso foi um grande marco para a revista, porque eles foram reconhecido em todo o território nacional, mesmo com pouca popularidade. [3]

Ficheiro:Action Hiken24.jpg
Edição da revista Action Hiken que foi indicada na 30º Troféu HQMIX

Venda[editar | editar código-fonte]

Embora a revista seja gratuita pelo site oficial do Estúdio Armon, há duas formas de você adquirir uma Action Hiken impressa:

  1. Assinatura Mensal da Revista no Apoia.se [4]
  2. Adquirir uma edição da Revista da Action Hiken pelo site da CRAFT COMICS BOOKS [5]

Action Plus[editar | editar código-fonte]

Essa é uma edição especial, geralmente no mês de Dezembro, que vem com as one-shots vencedoras do concurso de mangá promovido pela Action Hiken e avaliada pelos editores da própria revista.

Referências

  1. Entrevista com o editor chefe da Action Hiken, Fábio Gesse, [1], www.desenhoonline.com, 28 de Maio de 2018
  2. Site Trema entrevista editor chefe da Action Hiken, Fábio Gessehttps://www.trema.com.br/texto/entrevista-com-fabio-gesse-editor-da-revista-action-hiken, www.trema.com.br, 17 de Janeiro de 2019
  3. a Revista Action Hiken foi indicada na 30º Troféu HQMIX na Categoria: Publicação Mix https://blog.hqmix.com.br/noticias/lista-de-indicados-de-2018/, blog.hqmix.com.br, 16 de setembro de 2018
  4. Revista Mensal Action Hiken https://apoia.se/estudioarmon, Apoia se, 08 de outubro de 2019
  5. Edição impressa da Revista Action Hiken https://craftcomicbooks.com/product-tag/action-hiken/, craftcomicbooks.com, 08 de outubro de 2019