Adésio Alves Machado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Adésio
Adésio
Adésio Machado em 2004.
Informações pessoais
Nome completo Adésio Alves Machado
Data de nasc. 12 de janeiro de 1933
Local de nasc. Recife (PE), Brasil
Nacionalidade Brasileira
Falecido em 2 de julho de 2009 (76 anos)
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes de juventude
1947–1952 Sport
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1952–1950
1951–1958
1959
1960
1961
1962
1963–1964
Sport
Vasco da Gama
Canto do Rio
Bangu
Caracas
Deportivo Español
América Mineiro
Seleção nacional
1952 Brasil (Olímpica)

Adésio Alves Machado, mais conhecido como Adésio (Recife, 12 de janeiro de 1933Cantagalo, 2 de julho de 2009), foi um futebolista brasileiro que atuava como atacante e divulgador da doutrina espírita.

Filho de Agenor Alves Machado e Leontina Rego Machado, fez os seus estudos até ao segundo ano do Científico (atual Ensino Médio).

Carreira esportiva[editar | editar código-fonte]

Começou a sua carreira futebolística no Sport Club do Recife, em 1947, jogando nos juvenis e depois nos profissionais. Foi trazido para o Rio de Janeiro, pelo empresário de futebol Cier Barbosa em 1951 e, no dia 19 de janeiro, após completar dezoito anos, descia no Aeroporto do Galeão indo direto para São Januário. Adésio fez parte da Seleção Olímpica de Futebol que pela primeira vez se apresentou numa Olimpíada, em 1952, em Helsinque, na Finlândia. Saiu do Vasco da Gama em 1958 e foi para o Canto do Rio, onde ficou um ano. Depois jogou no Bangu Atlético Clube. Findo o seu contrato foi para Caracas, na (Venezuela), incorporando-se ao Deportivo Español, quando foi campeão naquele ano. Logo depois retornou ao Brasil onde veio jogar no América Mineiro, encerrando a sua carreira, que não lhe trouxe os resultados financeiros a que aspirava.

O contato com o Espiritsmo[editar | editar código-fonte]

Desposou Marlene Malizia em 1955, com quem teve duas filhas, Alegna e Agnês, que lhe deram, a primeira, um neto, e a segunda, um casal.

Por intermédio de sua esposa, veio a conhecer a obra Cartas de uma Morta de autoria de Maria João de Deus, mãe biológica do médium Francisco Cândido Xavier. Na obra, que apreciou, a autora enaltecia a figura de Allan Kardec e das obras da Codificação: O Livro dos Espíritos, O Evangelho Segundo o Espiritismo e O Livro dos Médiuns. Por essa razão, procurou adquirí-las, tendo-o feito na Livraria Eldorado, no bairro carioca da Tijuca. Entusiasmado com o conteúdo dessas obras, tornou-se adepto da Doutrina Espírita.

Atuação no movimento espírita[editar | editar código-fonte]

No Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

Iniciou as suas atividades no Centro Espírita Discípulos de Jesus e no Centro Espírita Bezerra de Menezes, ambos no Rio de Janeiro, em 1975. Sob a alegação de que ele estava se dedicando em demasia às atividades no Espiritismo, a sua esposa deixou-o, terminando uma união matrimonial de trinta anos. Sozinho, morando na Tijuca, dedicou-se ainda mais aos estudos doutrinários e, em pouco tempo, em meados de 1976, estava realizando palestras naquelas duas tradicionais casas.

Em 1977 foi chamado a integrar o quadro de membros do Conselho Superior da Federação Espírita Brasileira, onde tinha sido reeleito em 2007 por mais cinco anos, mandato que se interrompeu com a sua desencarnação.

Em Cantagalo[editar | editar código-fonte]

Convidado para realizar palestras doutrinárias em Cantagalo, no interior do estado do Rio de Janeiro, ali conheceu Leila Wermelinger, com quem viveu até o início de 2006.

Naquela cidade instituiu o Curso de Orientação às Gestantes (COG), levando o modelo do Lar de Maria Dolores, no bairro carioca do Rocha, onde militou durante mais de dez anos, e implantando-o em Cordeiro, no Centro Espírita Paiva Júnior e na Sociedade Espírita Jesus Escola (SEJE). Instituiu o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE) em Cantagalo, na SEJE, mantendo os estudos até os dias atuais.

Foi convidado para ser o Coordenador do 8º Conselho Espírita de Unificação (CEU) de Cantagalo-Friburgo, cuja tarefa principal é dar apoio aos centros espíritas da região, envidando esforços no sentido de manter a unificação dos espíritas.

A Caravana Meimei do Amor[editar | editar código-fonte]

Ao chegar a Cantagalo, passou a empreender, todo o dia 25 de dezembro, um trabalho de distribuição de brinquedos, saindo em caravana do município de Cordeiro. Sentindo a falta da escolha de um mentor para tão significativo trabalho, sugeriu o nome Meimei, nascendo aí a Caravana Meimei de Natal. Posteriormente, ainda por sugestão sua, esse trabalho transformou-se em Caravana Meimei do Amor, uma vez que não aceitava que a caravana funcionasse apenas um dia por ano. Desse modo, com a nova denominação, a Caravana trabalha hoje todos os dias do ano, levando o que pode às famílias, crianças e gestantes carentes de comundiades pobres da região, entre elas Taquara, em Cantagalo, Retiro Poético e Manancial, ambas em Cordeiro.

O Correio Espírita Meimei[editar | editar código-fonte]

Procurando divulgar cada vez mais o Espiritismo, criou o Correio Espírita Meimei, de tiragem trimestral, onde apresenta um editorial, um artigo seu, artigos de confrades, mensagens de Meimei, Auta de Sousa, Maria Dolores, Emmanuel, notícias do movimento espírita em geral e notícias várias, como as do Clube de Arte, pois também é agente centralizador deste departamento do Lar Fabiano de Cristo na região, onde angaria sócios.

Apoio às gestantes[editar | editar código-fonte]

Colabora com a Obra do Berço Maria de Nazaré, departamento do Centro Espírita Paiva Júnior, em Cordeiro, onde é responsável pelo COG (Curso de Orientação às Gestantes), pela mini-farmácia fundada por ele naquele centro espírita, com atendimento médico, com fornecimento gratuito de remédios, e outras coisas mais. No COG dão palestras às gestantes os médicos Manuel Eugênio, Reinaldo Lentini e a psicopedagoga Eliane Ferro, além de Adésio, que fala sobre doenças sexualmente transmissíveis, além de vários temas do Espiritismo.

O Encontro Jesus e a natureza[editar | editar código-fonte]

Junto a um casal de amigos, proprietários da Fazenda Jacaterão, organizou o Encontro Jesus e Natureza, quando reúne espíritas de várias cidades da região numa fazenda localizada em terras de Cantagalo, para estudo em grupo ao ar livre sobre o Espiritismo, o primeiro encontro tendo ocorrido no dia 10 de novembro de 2002.

A Banca Meimei do Livro Espírita[editar | editar código-fonte]

Montou, por inciativa própria, a Banca Meimei do Livro Espírita, na Praça da Matriz em Cantagalo. Desde o começo, em 22 de outubro de 2004, ano do bicentário de nascimento de Allan Kardec, vem funcionando não só como uma loja comercial, mas como um ponto para divulgação do Espiritismo. Adésio realiza também atendimentos a pessoas que o procuram, apresentando dificuldades várias, no banco existente bem defronte da Banca, confortando-as e orientando-as.

Falecimento[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de julho de 2009, após ser submetido a uma cirurgia de tireóide, não resistiu às complicações ocorridas no pós operatório e desencarnou.

Obra escrita e gravada[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Ser, crer e crescer: elucidações para uma vida melhor (2ª ed.). Rio de Janeiro: Editora Leymarie, 2001.
  • Diálogo com Deus: preces de Meimei. Recife: Editora DOXA, 2003.
  • Verdades que o tempo não apaga - O conhecimento da verdade nos libertará, abril de 2004, independente
  • O Espírito em O Livro dos Espíritos, junho de 2005, independente.

CD[editar | editar código-fonte]

  • O Amor de Meimei para você (1), apresentando uma mini biografia de Meimei (espírito), palavras elogiosas de Emmanuel a ela, e quinze de suas 194 mensagens. Há um fundo musical com músicas orquestradas que são sucessos mundiais.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]