Adelma von Vay

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A baronesa Adelma 

Baronesa Adelma von Vay ou Vay (também Vay de Vaya) nascida Condessa Adelaide von Wurmbrand-Stuppach (21 de outubro de 1840 – 24 de maio de 1925), foi uma médium e uma das pioneiras do espiritismo na Eslovénia e Hungria.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Vay era a filha mais velha do Conde Ernst von Wurmbrand-Stuppach e sua esposa, a Condessa Rosa Teleki von Szék (mais tarde esposa de Frederico, Príncipe de Solms-Baruth).

Ela nasceu em Tarnopol, Galiza, hoje Ternopil, na Ucrânia, onde seu pai  Ernst von Wurmbrand-Stuppach estava servindo como Primeiro-Tenente. Em sua juventude viveu na propriedade da família perto de Schwarzau, Baixa Áustria. Seu pai morreu em 1846; quando sua mãe casou-se novamente, em 1851, ela deixou a Áustria e mudou-se para a Prússia permanecendo por 10 anos.[1]

Em 12 de Março de 1860, casou-se com o barão de Ödön (Edmond, Eugen ou Otto). O casal viveu em primeiro lugar em Tiszalök por alguns anos, perto de húngaro-fronteira ucraniana, e mais tarde mudou-se para Slovenske Konjice (Gonobitz), onde compraram uma mansão em Prevrat, ainda conhecido como "Baronvaj". [2]

Adelma foi conhecida por desenvolver um grande trabalho de ajuda humanitária.

O espiritismo[editar | editar código-fonte]

Adelma tinha a reputação de possuir poderes místicos, provavelmente herdados de sua mãe. Ela tinha a fama de fazer profecias. Foi uma homeopata e tentou curar as pessoas usando magnetismo.[3]

Em Uma Enciclopédia de Ocultismo (1920) por Lewis Spence (1874-1955), ela foi apontada como a iniciadora do espiritismo no império austro-húngaro, com um papel decisivo também atribuída ao Verein spiriter Forscher.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Vay  foi autora de muitos livros, escritos em alemão e traduzidos para o inglês:

Referências

  1. Adelma von Vay: Duh, sila, snov (Jan Ciglenečki: Štajerska Pitija, page 9)
  2. Adelma von Vay: Duh, sila, snov (Jan Ciglenečki: Štajerska Pitija, page 10)
  3. Nena Židov: An overview of the history of homeopathy in Slovenia in the 19th century