Ademilde Fonseca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Ademilde Fonseca
Informação geral
Também conhecido(a) como Rainha do Choro
Nascimento 4 de março de 1921
Origem São Gonçalo do Amarante, Rio Grande do Norte
País  Brasil
Morte 27 de março de 2012 (91 anos)
Gênero(s) Choro
Samba
Forró
Instrumento(s) voz
Período em atividade 1942 — 2012
Afiliação(ões) As Eternas Cantoras do Rádio

Ademilde Fonseca Delfino (São Gonçalo do Amarante, 4 de março de 1921Rio de Janeiro, 27 de março de 2012), mais conhecida como Ademilde Fonseca, foi uma cantora brasileira. Suas interpretações a consagraram como a maior intérprete do choro cantado, sendo considerada a "Rainha do choro".[1] Trabalhou por mais de dez anos na TV Tupi e seus discos renderam mais de meio milhão de cópias. Além de fazer sucesso em terras nacionais, regravou grandes sucessos internacionais e se apresentou em outros países.[2]

Faleceu no Rio de Janeiro aos 91 anos,[3] e foi sepultada no Cemitério de São João Batista.[4]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ademilde Fonseca (1959).
  • 1942 - Tico-Tico no Fubá/Volte pro morro - Columbia
  • 1942 - Altiva América/Racionamento - Columbia
  • 1942 - Apanhei-te cavaquinho/Urubu malandro - Columbia
  • 1944 - Brinque a vontade!…/Os narigudos - Continental
  • 1944 - Dinorá/É de amargar - Continental
  • 1945 - O que vier eu traço/Xem-em-ém - Continental
  • 1945 - Rato, rato/História difícil - Continental
  • 1946 - Estava quase adormecendo/Sonoroso - Continental
  • 1948 - Vou me acabar/Sonhando - Continental
  • 1950 - João Paulino/Adeus, vou-me embora - Continental
  • 1950 - Brasileirinho/Teco-teco - Continental
  • 1950 - Molengo/Derrubando violões - Todamérica
  • 1950 - Vão me condenar/Não acredito - Todamérica
  • 1951 - Delicado/Arrasta-pé - Todamérica
  • 1951 - Galo garnizé/Pedacinhos do céu - Todamérica
  • 1951 - Meu senhor/Minha frigideira - Todamérica
  • 1952 - Só você/Baião em Cuba - Todamérica
  • 1952 - Gato, gato/Doce melodia - Todamérica
  • 1952 - Sentenciado/Liberdade - Todamérica
  • 1953 - Vaidoso/Turista - Todamérica
  • 1953 - Meu Cariri/Se amar é bom - Todamérica
  • 1953 - Papel queimado/Sapatinhos - Todamérica
  • 1953 - Uma casa brasileira/Se Deus quiser - Todamérica
  • 1954 - Pinicadinho/Tem 20 centavos aí? - Todamérica
  • 1954 - Qué pr'ocê?/Mar sereno - Todamérica
  • 1954 - Dono de ninguém/Neste passo - Todamérica
  • 1954 - A hora é essa/Amei demais - Todamérica
  • 1955 - Rio antigo/Saliente - Todamérica
  • 1955 - Saudades do rio/Dó-ré-mi-fá - Todamérica
  • 1955 - Polichinelo/Na vara do trombone - Odeon
  • 1956 - Xote do Totó/Acariciando - Odeon
  • 1956 - A situação/Procurando você - Odeon
  • 1957 - Teia de aranha/Té amanhã - Odeon
  • 1957 - Falsa impressão/Telhado de vidro - Odeon
  • 1958 - Eu vou na onda - Odeon
  • 1958 - Rainha do mar/Cortina do meu lar - Odeon
  • 1958 - À La Miranda - Odeon LP
  • 1959 - Na Baixa do Sapateiro/Io (Eu) - Odeon
  • 1959 - Voz + Ritmo = Ademilde Fonseca - Philips
  • 1960 - Tá vendo só/Indiferença - Philips
  • 1960 - Choros Famosos - Philips
  • 1961 - De apito na boca/É o que ela quer - Philips
  • 1961 - Boato/Que falem de mim - Philips
  • 1962 - Pé de meia/Quem resolve é a mulher - Philips
  • 1963 - Marcha do pinica/"Tô" de bobeira - Marcobira
  • 1964 - Esquece de mim/Carnaval na lua - Serenata
  • 1975 - Ademilde Fonseca - Top Tape
  • 1976 - Série Ídolos MPB Nº 14 Ademilde Fonseca
  • 1977 - A Rainha Ademilde & seus chorões maravilhosos - MIS/Copacabana
  • 1997 - A Rainha do Choro
  • 1998 - Ademilde Fonseca - Vol. 2
  • 2000 - As Eternas Cantoras do Rádio - Carmélia Alves, Violeta Cavalcanti, Ademilde Fonseca e Ellen de Lima - Leblon Recors
  • 2000 - A Música Brasileira deste século por seus autores e intérpretes - Ademilde Fonseca
  • 2000 - Vê se gostas - Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo e Ademilde Fonseca
  • 2000 - Chorinhos e Chorões - Vol. 2
  • 2000 - Ademilde Fonseca - 20 Selecionadas
  • 2001 - Café Brasil Conjunto Época de Ouro, Paulinho da Viola, Ademilde Fonseca e outros - Teldec

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ademilde Fonseca