Adeus, Pai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Adeus, Pai
 Portugal
1996 •  cor •  85 min 
Realização Luís Filipe Rocha
Argumento Luís Filipe Rocha
Elenco José Afonso Pimentel
João Lagarto
Laura Soveral
Género drama
Distribuição Filmes Castello Lopes
Lançamento 20 de Dezembro de 1996
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Adeus, Pai é um filme português, uma longa-metragem de ficção realizada por Luís Filipe Rocha no ano de 1996.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Filipe tem treze anos e é um garoto solitário e introvertido, a quem o pai raramente dedica tempo e atenção. Uma noite, inesperadamente, o pai anuncia-lhe que vão partir os dois de férias para os Açores. Ao longo de vários dias e no meio da mágica atmosfera das ilhas, os dois vão ter tempo para se conhecerem e relacionarem como pai e filho pela primeira vez.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema português é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.