Adi Holzer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adi Holzer
Nascimento 1936, 21 de abril de 1936
Stockerau
Cidadania Áustria
Ocupação pintor, escultor
Página oficial
http://www.adiholzer.com/
Frosch im Astner Moos.

Adi Holzer (Stockerau, 21 de abril de 1936)[1] é um ilustrador, pintor, desenhista, escultor e artista gráfico austríaco.

De 1955 a 1960 estudou na Akademie der Bildenden Künste em Viena[2] e atualmente trabalha alternadamente em seus estúdios em Værløse, na Dinamarca e em Winklern, na Áustria. Adi é membro do Kunstverein do Carinthian.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Adi Holzer nasceu em 21 de abril de 1936 na cidade de Stockerau, na Baixa Áustria. Seu pai era o comerciante Otto Holzer, ele dirigiu um sindicato de alimentos e morreu em 1942, aos 33 anos. Sua mãe, a viúva Anna Maria Holzer, se casou novamente em 1944 com Leo Kantor, administrador do castelo de Seebarn. Uma das principais memórias de infância de Adi Holzer é a feira da cidade de Stockerau. Lá havia elefantes, dançarinos e outros artistas, que viveram cenas que inspiraram obras de Adi. Em muitas delas ele pintou elefantes e um circo, e o fez da perspectiva de uma criança, dando ainda mais vivacidade para seus quadros. [3]

Adi Holzer se formou em 1960 com um diploma em pintura. Posteriormente, ele trabalhou na Caríntia, de 1960 a 1962, como artista profissional no Ginásio Real Regional de Klagenfurt no Völkermarkter Ring. Antes disso, em 1959, ele já havia publicado algumas xilogravuras. Essa época foi o começo de uma jornada de mais de mil impressões de gravuras de Adi Holzer.[4]

Participação em grandes exposições[editar | editar código-fonte]

  • 1958 Kupferstichkabinett da Academia de Belas Artes, Viena, Áustria
  • 1967 Museu de Skopje, Macedônia
  • 1969 8ª Bienal Internacional, Liubliana, Eslovênia
  • 1970 3ª Bienal Internacional, Cracóvia, Polônia
  • 1970 Bienal Internacional, Impressões, Tóquio e Bienal Internacional, Quioto, Japão
  • 1970 - 1977 Prêmio anual J. Miro Exposição para Desenho, Barcelona, ​​Espanha
  • 1972, 1974, 1976, Internationale Grafikbiennale, Cracow, Polônia
  • 1972, 1974, 1976, Internationale Grafikbiennale Frechen, Alemanha
  • 1972 International Graphics Exhibition, Buenos Aires, Argentina
  • 1977 "Homenagem a Salzburgo" Galeria Academia, Salzburgo, Áustria
  • 1977 Galerie Hilger "Wash Art", Washington, EUA
  • 1984 Galerie Carinthia: ART-Basel e Art-Fair London, Londres, Reino Unido
  • 1984 Universidade de Marburg, Alemanha
  • 1985, 1986 Graphic Collection Albertina, Viena, Áustria
  • 1986 Galleri Gammelstrand, Copenhagen, Dinamarca
  • 1990, 1992 Casa de Mágica de Arte Moderna, Goslar, Alemanha
  • 1991 Fundação Gulbenkian, Lisboa, Portugal
  • 1991 Galleri Gula Huset, Höganäs, Suécia
  • 1992 "Babylon Utopia", Glyptoteket, Copenhague, Dinamarca
  • 1992 Fiac Saga, Grand Palais, Paris, França pela Galerie Weihergut, Salzburg
  • 1992 Ny Carlsberg Glyptoteket, Copenhaga, Dinamarca
  • 1994 Triennale Cracóvia, "World Award Winners Exhibition", Katowice, Polônia
  • 1995 Shambala, Copenhagen, Dinamarca
  • 1996 Art Multiple, Düsseldorf, Alemanha
  • 2000 Museu de Arte Estrangeira, Riga, Letônia
  • 2000 100 anos de arte da Áustria, Bundeskunsthalle, Bonn, Alemanha
  • 2004 Fundação Triada Timisoara, Romênia
  • 2006 Flatfile Galleries, Chicago, EUA
  • 2006 Museu de Arte Moderna, Caríntia, Áustria
  • 2007 Galeria do Grønlund, Copenhaga, Dinamarca
  • 2008 The Field Museum, Chicago, EUA
  • 2010 Colecção Berengo, Veneza, Itália
  • 2011 Museu de Arte Frederikshavn, Dinamarca
  • 2011 Galerie Weihergut, Land de Salzburgo, Áustria
  • 2013 Galleri Helco, Hadsund, Dinamarca[5]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 1959 Golden Fugermedaille da Academia de Belas Artes de Viena
  • 1968 Intart Price Laibach (Liubliana)
  • 1969 Prêmio Hugo de Montfort, Bregenz
  • 1970 Austrian Graphics Prize, Krems
  • 1972 1º prêmio de competição gráfica austríaca de edição
  • 1973 1º prêmio da 2ª Internacional d'Arte Noto, Itália
  • 1976 Austrian Graphics Prize, Krems
  • 1977 XIII. Premio del Disegno, Milão (Menção Honrosa)
  • 1978 Prêmio da cidade de Madri para pintura
  • 1979 Premio del designo, Milão
  • 1981 Artista gráfico do ano, Kunstverein Skovhuset, Dinamarca
  • 1997 Bronze Medal, Print Trienal Cairo
  • 2003 Mérito do estado da Baixa Áustria, entregue por Landeshauptmann Erwin Pröll.
  • 2004 Kay K. Nørkjærs Mindelegat [6]
  • 2016 Sinal cultural dourado da cidade de Stockerau (8 de setembro de 2016, na Câmara Municipal de Estocolmo)

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Adi Holzer». Berengostudio. Consultado em 21 de abril de 2011 
  2. «Adi Holzer». Galerie Linzergasse-Weihergut. Consultado em 21 de abril de 2011  line feed character character in |publicado= at position 8 (ajuda)
  3. Holzer, Adi. Adi Holzer. Ed. Galerie Carinthia, 1985.
  4. Adi Holzer: Katalog der Ausstellung in der Galeria Academia. Salzburg, 1973.
  5. Kristian Sotriffer: Adi Holzers Siebdrucke. Em: Alte und moderne Kunst Heft 98, Viena 1968
  6. Informação sobre Kay K. Nørkjærs Mindelegat
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adi Holzer