Adobo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Adobo ou Adobar é a imersão de alimentos crus em um caldo (ou molho) composto de diferentes tipos de páprica, orégano, sal, alho, molho de soja e vinagre para preservar e melhorar seu sabor. A variante portuguesa é conhecida como Carne de vinha d'alhos.

A prática é nativa da Ibéria, nomeadamente culinárias espanhola[1] e portuguesa. Foi amplamente adotada na Culinária da América Latina e outras colônias espanholas e portuguesas, incluindo Açores e Ilha da Madeira. Nas Filipinas, o nome adobo foi dado pelos colonos espanhóis a um método de culinária nativa que também usa vinagre,[2][3] que, embora superficialmente semelhante, se desenvolveu independentemente da influência espanhola.[4][5][6]

Referências

  1. Manuel Martinez Llopis (1989), Historia de la gastronomía española, Alianza editorial, ISBN 84-206-0378-3 (em espanhol)
  2. Susana Aleson, Montse Clavé, (1998), Cocina filipina, ICARIA (em espanhol)
  3. Ocampo, Ambeth (24 de fevereiro de 2009). «Looking Back: 'Adobo' in many forms». Philippine Daily Inquirer. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2009 
  4. Paul A. Rodell (2002). Culture and customs of the Philippines. [S.l.]: Greenwood Publishing Group. p. 102. ISBN 978-0-313-30415-6 
  5. Estrella, Serna (22 de junho de 2013). «Adobo: The History of A National Favorite». Pepper.ph. Consultado em 21 de março de 2016. 
  6. Hosking, Richard (2006). Authenticity in the Kitchen: Proceedings of the Oxford Symposium on Food and Cookery 2005. [S.l.]: Oxford Symposium. p. 299. ISBN 9781903018477