Adolfo I, Duque de Cleves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Adolfo I / IV
Duque de Cleves e Conde de Mark
Conde/Duque de Cleves
Reinado 1394-1448
Antecessor(a) Adolfo I, Conde de Cleves
Sucessor(a) João I, Duque de Cleves
Conde de Mark
Reinado 1398-1430
Predecessor Teodorico IX, Conde de Mark
Sucessor Gerardo, Conde de Mark
 
Cônjuge Maria de Borgonha
Descendência Margarida, duquesa da Baviera;
Catarina, duquesa de Gueldres;
João I, Duque de Cleves;
Isabel, duquesa Schwarzburgo-Blankenburgo;
Inês, Princesa de Viana;
Helena, duquesa de Brunswick-Lunebourgo;
Adolfo, Senhor de Ravenstein;
Maria, duquesa de Orleães.
Casa Mark
Nome completo
Adolf I. (Graft) Herzog von Kleve und Graft von der Mark
Nascimento 2 de agosto de 1373
Morte 23 de setembro de 1448 (75 anos)
  Mosteiro da Ordem dos Cartuxos de Wesel
Pai Adolfo III, Conde de Mark
Mãe Margarida de Jülich
Brasão

Adolfo I, Duque de Cleves (em alemão: Adolf I., Herzog von Kleve; 2 de agosto de 137323 de setembro de 1448) foi o quarto Conde de Mark, segundo Conde de Cleves e primeiro Duque de Cleves.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Adolfo era o filho mais velho de Adolfo III, Conde de Mark, e de Margarida de Jülich; entre os seus irmãos encontravam-se Teodorico (Dietrich) [1], Gerardo (Gerhard) [2] e Margarida (Margarete) [3].

Pela morte de seu pai, em 1394, tornou-se Conde de Cleves, com o título de Adolfo I. Em 1397 derrotou o seu tio matermo, Guilherme VII de Jülich, primeiro Duque de Berg na batalha de Kleverhamm, tornando-se Senhor de Ravenstein.

Quando o seu irmão Teodorico IX, Conde de Mark morreu no decurso de outra batalha, em 1398, ele herdou também o Condado de Mark, com o título de Adolfo IV. Adolfo expandiu a sua influência ao casar com Maria de Borgonha, filha do Duque João, Sem Medo. O resultado, foi a elevação de Cleves a Ducado pelo Sacro Imperador Segismundo do Luxemburgo, em 1417.

A partir de 1409, ele enfrentou a oposição do seu irmão mais novo Gerardo, que reclamou o Condado de Mark. Por volta de 1423, a disputa resultou num conflito armado, tendo-se Gerardo aliado ao Arcebispo-Eleitor de Colónia.

A paz foi finalmente celebrada entre os dois irmãos em 1430 e confirmada em 1437. Como resultado, Gerardo governou a maior parte do condado de Mark, mas deveria ser sucedido pelo sobrinho (filho de Adolfo) João. Gerardo não foi autorizado a intitular-se Conde "de" Mark (em alemão: Graf von Mark) devendo antes intitular-se Conde “para” Mark [4] (em alemão: Graf zur Mark).

Após a morte de Gerardo em 1461, o Condado de Mark e o Ducado de Cleves foram de novo reunidos pelo filho de Adolfo, João I.

Casamentos e descendência[editar | editar código-fonte]

Pouco antes do ano de 1400, Adolfo casou com Inês do Palatinado, filha de Roberto da Germânia e de Isabel de Nuremberga. Inês morreu um ano mais tarde, sem geração.

Em 1406 Adolfo casou com Maria de Borgonha, filha do duque João, Sem Medo e de Margarida da Baviera. Deste casamento, nasceram:

Ascendência[editar | editar código-fonte]

Brasão de armas[editar | editar código-fonte]

Brasão Descrição
Cleves Arms.svg Brasão dos Condes de Cleves
Armoiries de la Marck 1.svg Brasão dos condes de Mark
Armoiries Clèves-Marck.svg Brasão dos conde de Cleves e Mark

Brasão usado por Adolfo, como conde de Mark (Adolfo IV) e conde de Cleves (Adolfo II)


Adolfo I, Duque de Cleves
Nascimento: 2 de agosto de 1373 Morte: 23 de setembro de 1448
Precedido por:
Teodorico IX
Conde de Mark
(como Adolfo IV)

1398–1430
de jure 1398-1448
Sucedido por:
Gerardo
Precedido por:
Adolfo I
Conde de Cleves
(como Adolfo II)

1394–1417
(elevação a Ducado)
(novo título) Duque de Cleves
(como Adolfo I)

1417–1448
Sucedido por:
João I, Duque de Cleves

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. que veio a ser conde de Mark
  2. que pela morte de Teodorico disputou Mark a Adolfo
  3. que por casamento veio a ser duquesa da Baviera-Straubing
  4. ou seja, Conde nomeado para Mark

Fontes/Bibliografia[editar | editar código-fonte]