Adolfo Zaldívar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adolfo Zaldívar

Miguel Adolfo Gerardo Zaldívar Larraín (13 de setembro de 1943 – 27 de fevereiro de 2013) foi um político e advogado chileno.[1] Foi senador por Aisén e de março de 2008 até à sua morte em fevereiro de 2013 foi presidente do Senado do Chile. Foi membro histórico do Partido Democrata Cristão do Chile até à sua expulsão do mesmo em dezembro de 2007, tendo depois ingressado no Partido Regionalista dos Independientes, onde esteve de 2009 a 2010.

Foi o embaixador chileno na Argentina entre 16 de junho de 2010 e 27 de fevereiro de 2013.

Zaldívar era casado com María Alicia Larraín Shaux e teve seis filhos. Era irmão do antigo presidente do Senado do Chile e ministro do interior Andrés Zaldívar.

Referências

  1. «Adolfo Zaldívar: A los 69 años fallece el embajador de Chile en Argentina y ex senador | Política». La Tercera. 1 de janeiro de 1990. Consultado em 27 de fevereiro de 2013.. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2013