Adri van der Poel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Adri van der Poel
Adrie-van-der-poel-1349992325.jpg
Informação pessoal
Nome nativo Adri van der Poel
Nascimento 17 de junho de 1959 (60 anos)
Bergen op Zoom, Países Baixos
Estatura 1,81 m
Cidadania  Países Baixos
Filho(s) Mathieu van der Poel e David van der Poel (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Ocupação Ciclista de ciclocross (d) e ciclista desportivo (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Informação equipe
Equipe atual retirado
Disciplina Estrada e ciclocross
Função Ciclista
Adri van der Poel em 1980

Adri van der Poel[1][2] (nascido em 17 de junho de 1959) é um ex-ciclista holandês. O Grande Prêmio Adri van der Poel é nomeado depois dele. Van der Poel foi profissional de 1981 a 2000. Suas maiores vitórias incluíam 6 clássicas, duas etapas do Tour de France e o Campeonato Mundial de Ciclocross em 1996. Também obteve o segundo lugar e medalha de prata no Campeonato Mundial de Estrada em 1983, atrás de Greg LeMond, e segundo lugares no Campeonato Mundial de Ciclocross.[3]

Van der Poel começou sua carreira na estrada e durante sua primeira temporada como profissional, obteve o segundo lugar no Paris-Nice, atrás de Stephen Roche, e segundo lugar no La Flèche Wallonne. No Tour de France, venceu duas etapas; sua vitória de etapa em 1988 estabeleceu o recorde de etapa mais rápida (desde então só superado por três ciclistas).[4] Van der Poel também competiu em ciclocross durante o inverno e obteve grandes resultados – que virou-se em tempo integral pelo ciclocross na última parte de sua carreira, onde conquistou o Campeonato Mundial em 1996 e as classificações de Copa do Mundo e Superprestige em 1997.

Em 1983, ele testou positivo para estricnina. Ele disse que seu sogro havia servido uma torta de pombo no almoço de domingo, e só quando ele testou positivo se deu conta de que os pombos tinham sido dopado com estricnina.[5][6][7]

Olimpíadas de 1980, Moscou[editar | editar código-fonte]

Van der Poel competiu na prova individual e por equipes do ciclismo de estrada nos Jogos Olímpicos de Verão de 1980, disputadas na cidade de Moscou, União Soviética, terminando na sétima e décima quinta posição, respectivamente.[3]

Família[editar | editar código-fonte]

Van der Poel é o genro do famoso ciclista francês Raymond Poulidor. Mathieu van der Poel tornou-se campeão na corrida da categoria júnior em 2012 (Koksijde, Bélgica) e 2013 (Louisville, Estados Unidos) e, em seguida, combinando o título de seu pai em 2015 (Tábor, República Tcheca).

Seu irmão, Jacques, também foi um ciclista profissional de 1986 a 1992.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Lista de ciclistas olímpicos holandeses

Referências

  1. Wired 15.01: The Doping Excuses Hall of Fame. Wired.com (4/1/2009). Visitado em 2 de julho de 2011.
  2. Nieuwsselectie: Sport. Retro.nrc.nl. Visitado em 2 de julho de 2011.
  3. a b Adrie van der Poel. sports-reference.com.
  4. «Le Tour en chiffres Les autres records» (PDF). LeTour.fr. Consultado em 2 de janeiro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 20 de março de 2009 
  5. «Wired article 'The Doping Excuses Hall of Fame'». Wired. 4 de janeiro de 2009. Consultado em 17 de julho de 2012 
  6. «The Sunday Herald, 12 December 1999 "A drugs cheat? not me!" by Richard Bath». Consultado em 2 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 19 de setembro de 2008 
  7. «Cadence Nutrition, Pdf» (PDF). Consultado em 26 de julho de 2015. Arquivado do original (PDF) em 5 de janeiro de 2009 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adri van der Poel
Cycling (road) pictogram.svg Este artigo sobre um(a) ciclista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.