Adriaan de Groot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adriaan de Groot
Nascimento 26 de outubro de 1914
Velsen
Morte 14 de agosto de 2006 (91 anos)
Cidadania Holanda
Alma mater Universidade de Amsterdã
Ocupação jogador de xadrez, psicólogo, professor universitário
Empregador Universidade de Amsterdã

Adrianus Dingeman (Adriaan) de Groot (Santpoort, 26 de outubro de 1914Schiermonnikoog, 14 de agosto de 2006) foi um psicólogo e mestre de xadrez holandês que conduziu alguns dos mais famosos experimentos sobre o enxadrismo nas décadas de 40 a 60. Em 1946, De Groot escreveu sua tese Het denken van den schaker, a qual em 1965 foi traduzida para o inglês e publicada como Thought and choice in chess.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Thought and choice in chess (1965).
  • Saint Nicholas: a psychoanalytic study of his history and myth (1965).
  • Methodology: foundations of inference and research in the behavioral sciences (1969).
  • Perception and memory in chess: heuristics of the professional eye (1996; em co-autoria com Fernand Gobet e Riekent Jongman).


Ícone de esboço Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.