Adriana, Duquesa de Blecíngia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Adriana, Duquesa de Blecíngia
'
Nascimento Adrienne Josephine Alice Bernadotte
9 de março de 2018 (3 anos)
Danderyd Hospital
Batizado 8 de junho de 2018
Residência Flórida
Cidadania Suécia (via mãe)

Estados Unidos (via pai)

Progenitores
Irmão(s) Nicolau, Leonor
Ocupação ,
Prêmios
Título princesa, duquesa
Prinsessan Adrienne vapen med Serafimerkors.svg
Religião Igreja da Suécia

Adriana Josefina Alice (em sueco: Adrienne Josephine Alice Bernadotte; Danderyd, 9 de março de 2018) é uma princesa da Suécia, filha mais nova da princesa Madalena com o seu marido Christopher O'Neill. Ela é um membro da família real sueca e a décima na linha de sucessão ao trono sueco, imediatamente após o seu irmão maior, o príncipe Nicolau, Duque de Angermânia. Ela também tem uma irmã maior, a princesa Leonor, Duquesa da Gotlândia.[1][2] Ela também é chamada como Princesa Adriana da Suécia na mídia internacional.

Em outubro de 2019, a Casa Real de Bernadotte anunciou oficialmente que a Adriana não exerceria deveres reais oficiais.[3]

Nascimento[editar | editar código-fonte]

A princesa Adrienne nasceu no dia 09 de março de 2018, no Hospital de Danderyd na Suécia, pesando 3.465 quilogramas e medindo 50 centímetros.[4] Adrienne tem de nascimento a dupla cidadania, desse jeito além da cidadania sueca por ter nascido na Suécia e parte de mãe, a princesa Adrienne também possui cidadania estadunidense por meio de seu pai Christopher O'Neill, que é um cidadão estadunidense-britânico.

Em 12 de março de 2018, foi anunciado pelo rei Carlos XVI Gustavo da Suécia, o seu nome completo e títulos durante uma reunião do Conselho de Estado foi realizado no Palácio Real de Estocolmo; na ocasião também estava presente a princesa Vitória, Princesa Herdeira da Suécia.[5]

Mudanças de residências[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2018, a família de Adrianne se mudou para a cidade de Miami na Flórida, onde a sua família passou a alugar uma residência de sete dormitórios com piscina e quadra de tênis.[6]

Em fevereiro de 2020, a família de Adrianne comprou uma nova mansão de dois andares e quinze dormitórios com uma ampla piscina, localizada na área exclusiva de Pinecrest (na cidade de Miami); o valor do imóvel foi avaliado em quase US$ 3 milhões de dólares dos Estados Unidos líquidos.[7]

Batizado[editar | editar código-fonte]

Foi batizada pelo arcebispo Antje Jackelén no dia 08 de junho de 2018 na Capela Real do Palácio de Drottningholm em comunhão com a igreja da Suécia (o Luteranismo), com as águas batismais da ilha sueca de Öland, tradição da família real sueca. Entre os seus padrinhos não havia nenhum membro da realeza, o que foi considerado uma "quebra da tradição".[8][9] Assim como no batizado do seu primo o príncipe Óscar, Duque da Escânia, a sua irmã maior a princesa Leonore atraiu atenções dos fotógrafos devido ao seu comportamento "incomum", ao caminhar pela capela, e se jogar ao chão durante a cerimônia de batismo, sendo repreendida de maneira "sutil" em ambos casos por sua mãe, a princesa Madalena, Duquesa da Helsíngia e Gestrícia. O batismo foi transmitido ao vivo pela SVT. Os seus seis padrinhos são:[10][11]

  • Anouska d'Abo: sobrinha mais velha de Christopher O'Neill
  • Charlotte Kreuger Cederlund: amiga íntima da sua mãe
  • Charriol Coralie Charriol-Paul: uma designer de joias e amiga próxima da mãe da criança
  • Nader Panahpour: amiga próxima de Christopher O'Neill e família
  • Barão Gustav Thott: amigo próxima da família, ele é casado com a Louise "Lussan" Gottlieb-Thott, que é a amiga íntima da princesa Madalena; ela também é madrinha da princesa Leonore.
  • Natalie Werner: amiga íntima da sua mãe

O local da capela do Palácio de Drottningholm foi decorada com flores de peônias, snapdragons, campânula, ervilha de cheiro, carvalhos e hortênsias e usando vários tons de rosa claro. Em frente da pia batismal, ficou a coroa da rainha consorte sueca Hedvig Elisabet Charlotta, datada de 1778. Durante o batismo, a Ordem do Serafin foi conferida à princesa Adrienne pela mãos do próprio rei Carlos XVI Gustavo da Suécia.[12] A maioria das fotografias oficiais, foram feitas pelo fotógrafo Henrik Garlöv da Suécia.

Depois do batismo, 21 tiros foram disparados da ilha de Skeppsholmen e do HMS Kullen, fora do Palácio Drottningholm.

Logo após a cerimônia, o rei Carlos XVI Gustavo da Suécia e a rainha consorte Sílvia da Suécia realizaram uma recepção no Palácio Drottningholm e um almoço para convidados. Como um presente de batizado, o Parlamento da Suécia e o Governo da Suécia deram livros infantis à Princesa Adrienne com canções suecas e um ukulele.

Deveres reais[editar | editar código-fonte]

No dia 07 de outubro de 2019, "para estabelecer quais membros da família real sueca atenderiam compromissos ligados à Chefia de Estado", o rei Carlos XVI Gustavo da Suécia anunciou oficialmente que a Adriana perderia o seu tratamento de "Sua Alteza Real", que não atenderia compromissos oficiais e nem receberia um salário do governo sueco; mas que seguiria como uma Princesa da Suécia e "Duquesa de Blecíngia". Desse modo, Adrianna não faria mais parte da Casa Real de Bernadotte, apenas parte da família real sueca.[3]

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

Os títulos dela:

  • 09 de março de 2018 – 06 de outubro de 2019: Sua Alteza Real Princesa Adriana da Suécia, Duquesa de Blecíngia[3]
  • 06 de outubro de 2019 – presente: Princesa Adriana da Suécia, Duquesa de Blecíngia

Ela nasceu e segue como uma Princesa da Suécia e Duquesa de Blecíngia oficialmente.

Referências

  1. «Children - Sveriges Kungahus». www.kungahuset.se (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  2. «H.K.H. Prinsessan Adrienne Josephine Alice, hertiginna av Blekinge - Sveriges Kungahus». www.kungahuset.se (em sueco). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  3. a b c «Communiqué on changes to The Royal House - Sveriges Kungahus». www.kungahuset.se (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  4. «H.K.H. Prinsessan Madeleine och herr Christopher O'Neill har fått en dotter - Sveriges Kungahus». www.kungahuset.se (em sueco). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  5. «HRH Princess Adrienne Josephine Alice, Duchess of Blekinge - Sveriges Kungahus». www.kungahuset.se (em inglês). Consultado em 6 de março de 2021 
  6. «Princess Madeleine of Sweden's new family home in Miami revealed». HELLO! (em inglês). 7 de setembro de 2018. Consultado em 4 de dezembro de 2020 
  7. «Princess Madeleine of Sweden and family buy amazing 15-room mansion in Miami». HOLA! USA (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2020 
  8. Diezminutos.es, Por (8 de junho de 2018). «Ningún miembro de la realeza entre los padrinos de Adriana de Suecia». Diez Minutos (em espanhol). Consultado em 7 de outubro de 2019 
  9. «O batizado da princesa Adrienne da Suécia». Caras. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  10. «Princess Adrienne's christening - Sveriges Kungahus». www.kungahuset.se (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2020 
  11. Canada, HELLO!. «Princess Adrienne of Sweden's godparents announced | HELLO! CA». ca.hellomagazine.com (em English). Consultado em 4 de dezembro de 2020 
  12. «Princess Adrienne's christening - Sveriges Kungahus». www.kungahuset.se (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2020