Adriana Aparecida da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adriana Aparecida da Silva
Atletismo
Modalidade maratona
Nascimento 22 de julho de 1981 (35 anos)
Cruzeiro, Brasil
Nacionalidade  brasileira
Compleição Peso: 44 kg Altura: 1,75 m
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 Maratona
Ouro Guadalajara 2011 Maratona

Adriana Aparecida da Silva (Cruzeiro, 22 de julho de 1981) é uma corredora brasileira de longa distância, bicampeã pan-americana da maratona.

Integrando a delegação que disputou os Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, no México[1], ganhou a medalha de ouro na maratona com a marca de 2:36:37, batendo o recorde dos Jogos Pan-Americanos.[2] Reprisou a vitória em Toronto 2015, onde chegou originalmente em segundo lugar mas herdou a medalha de ouro após a vencedora original, Gladys Tejeda, do Peru, ser eliminada por testar positivo para o diurético furosemida – substância banida pela WADA por ser usada para mascarar outros tipos de drogas – e teve sua medalha cassada pela ODEPA.[3] Seu tempo na prova, 2:35.40, também é novo recorde pan-americano.

Detém o recorde brasileiro e sul-americano na maratona, com a marca de 2:29:17 conquistada em Tóquio (Japão) em 26/02/2012. [4]

Em 2012 foi a única brasileira a competir na maratona olímpica, em Londres, marcando 2:33:15 e terminando na 47ª colocação. [5]

Atualmente é a corredora brasileira com o melhor índice na maratona para disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016, [6] com 2:35:28, marca conquistada na Maratona de Nagoya (Japão) em 08/03/2015. Em 17/04/2016 ela melhorou esse índice, correndo a Maratona de Hamburgo em 2:31:23. [7]

Melhores marcas pessoais[editar | editar código-fonte]

Distância Tempo Data Local
10.000m 33:21.59 6 Jun 2003 São Paulo (IDCM)
Meia Maratona 1:13:16 11 Set 2011 Buenos Aires
Maratona 2:29:17 26 Fev 2012 Tóquio

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. CBAt - Confederação Brasileira de Atletismo CBAt convoca 62 atletas para o PAN 2011 em outubro no México. Visitado em 22 de setembro de 2011.
  2. Adriana é ouro no Pan 2011
  3. «Brasil ganha medalha do Pan quase dois meses depois do fim da competição». UOL. Consultado em 12 September 2015. 
  4. «CBAt - Confederação Brasileira de Atletismo - Recordes Sul-Americanos». www.cbat.org.br. Consultado em 01/03/2016. 
  5. «Atleta etíope bate recorde olímpico e vence a maratona; brasileira é a 47ª». globoesporte.globo.com. Consultado em 01/03/2016. 
  6. «Relação de Atletas com Índice» (PDF). www.cbat.org.br. Consultado em 01/03/2016. 
  7. «De olho na Olimpíada, Adriana da Silva melhora marca na maratona». www.cbat.org.br. Consultado em 18/04/2016. 
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Adriana Aparecida da Silva

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Athletics pictogram.svg Este artigo sobre um(a) atleta, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.