Adryana Ribeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Adryana Ribeiro
Informação geral
Nascimento 22 de outubro de 1973 (45 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Samba
Pagode
Pop
Música Romântica
Soul
MPB
R&B
Ocupação(ões) Cantora, compositora e produtora
Instrumento(s) Vocal
Extensão vocal Mezzosoprano
Gravadora(s) Sony Music, Abril Music, Deckdisc,NessBrazil,ONErpm
Afiliação(ões) Adryana e a Rapaziada, Arnaldo Saccomani, Demônios da Garoa, Netinho de Paula, Martinho da Vila, Tche Garotos, Raça Negra, Dona Ivone Lara e Arlindo Cruz
Página oficial AdryanaRibeiro.com.br

Adryana de Carvalho (São Paulo, 22 de outubro de 1973), de nome artístico Adryana Ribeiro, é uma cantora e compositora brasileira.

Ficou conhecida por fazer parte do grupo Adryana e a Rapaziada, e por interpretar grandes canções como "Só Faltava Você", "Tudo Passa", "Fim de Noite" e "Saudade Vem". Hoje, em meio a muitos trabalhos dentro e fora do mundo da música, Adryana lança seu novo single, "Ata ou Desata".

Biografia[editar | editar código-fonte]

Adryana nasceu no bairro do Jaçanã, onde estudou canto lírico durante 5 anos, além de piano e balé. Aos 16 anos, Adryana iniciou a sua carreira cantando em bandas de baile e gravando jingles[1]. 2 anos depois, o estilista e apresentador de TV Clodovil Hernandez conheceu-a em uma festa e convidou-a para o seu programa – no qual fez a primeira apresentação pública de sua carreira através de veículo de comunicação.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1994, depois de participar de um teste para a gravadora Sony BMG Music Entertainment, o crítico musical Sérgio Cabral disse que Ribeiro era a "nova revelação do samba". Seu primeiro álbum, Adryana Ribeiro, teve a participação de grandes artistas e sambistas como Martinho da Vila, Demônios da Garoa e Rafael Rabelo. O material gráfico ficou por conta de Elifas Andreato. A canção "Sempre Sou Eu", interpretada com Luis Carlos, líder da banda Raça Negra, alcançou boas posições nas paradas musicais[2].

Em 1997, lançou seu segundo álbum, Em Busca do Sol, que contou, assim como o primeiro, com o apoio de Martinho da Vila e com a produção de Rildo Hora. O álbum rendeu críticas positivas e elogios. Mas foi ao lado do grupo Adryana e a Rapaziada, produzido por Arnaldo Saccomani, entre 2000 e 2003, que a cantora conseguiu atingir o sucesso e ficar conhecida nacionalmente, integrando a sua música batidas de gêneros musicais como a MPB, R&B, música romântica e pop.

Depois do lançamento de três álbuns com o grupo, Adryana retomou sua carreira solo, passando a se dedicar essencialmente ao samba, e lançou o álbum Brilhante Raro, lançado em 2005[1], de que saiu uma das principais músicas de sua carreira, "Saudade Vem".

Em 2011 lança o cd Direitos Iguais trazendo sucessos como "Eu Juro" e "Ata ou Desata". A novidade é a sua participação no cd como produtora. Em 2012 regravou País Tropical para a trilha sonora da telenovela Balacobaco da rede Record.

Em 2013 Adryana entra para o Programa Eliana, onde participa do quadro "Rola ou Enrola: Especial das Famosas". Foi convidada pela editora Arlequim para regravar a música Taj Majal de Jorge Ben Jor, e lançá-la com uma roupagem mais moderna na Europa em Fevereiro do mesmo ano. A música foi disponibilizada no iTunes de vários países e enviada para rádios e baladas de Londres, Itália, Espanha entre outras localidades. [3] [4] Atualmente a cantora está em estúdio em gravação de novo álbum que contará com outras canções de Jorge Ben Jor. [5]

Em 2015 Adryana começou a participar do quadro Levanta-te do Programa Silvio Santos como jurada. Adryana anunciou a volta de Adryana & A Rapaziada. ela lança a música EX.O grupo se separou novamente em 2018,em individuais carreiras.

No dia 11 de agosto de 2018,Adryana retomou novamente carreira solo e ao samba e pagode com a gravadora independente NessBrazil e lançaram dois singles:''Coraçao de Aço'' e ''Baile do Beija,Beija''.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • "Adryana Ribeiro" (1995)
  • "Em Busca do Sol" (1997)
  • "Adryana e a Rapaziada" (1999)
  • "Love Lindo" (2001)
  • "Stop Baby" (2003)
  • "Brilhante Raro" (2005)
  • "Direitos Iguais"(2011)
  • "Take It Easy My Brother Jorge" (2013)

Singles[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Adryana Ribeiro - Yahoo! Música». Consultado em 3 de Junho de 2010. Arquivado do original em 26 de dezembro de 2013 
  2. «Adryana Ribeiro». Site Oficial. Consultado em 3 de Junho de 2010. Arquivado do original em 9 de junho de 2010 
  3. «iTunes - música: Taj Majal». Consultado em 13 de Abril de 2013 
  4. «A volta de Adryana. Sem a rapaziada». Veja. Consultado em 12 de Abril de 2013 
  5. «A volta de Adryana. Sem a rapaziada». Veja. Consultado em 12 de Abril de 2013 


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.