Advérbios do esperanto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esperanto flag
Tópico sobre Esperanto
Esse artigo faz parte da série em desenvolvimento Esperanto
Gramática
Esperanto | Gramática | Alfabeto | Ortografia | Vocabulário | Correlativos | Preposições | Advérbios | Conjunções | Afixos | Pronomes | Signuno
História
História | Zamenhof | "Unua Libro" | Declaração de Boulogne | "Fundamento" | Manifesto de Praga | Discursos de Zamenhof
Cultura
Cultura | Esperantistas | Esperantujo | Cinema | Internacia Televido | La Espero | Bibliotecas | Literatura | Música | Falantes nativos | Cultura pop | Publicações | Símbolos | Dia de Zamenhof| Internacia Junulara Kongreso
Organizações e serviços
Amikeca Reto | Academia de Esperanto | Kurso de Esperanto | Pasporta Servo | TEJO | UEA
Críticas
Esperantido | Valor propedêutico | Reformas | Iĉismo | Esperanto X Ido | Interlingua | Novial
Wikimedia
Portal | Vikipedio | Vikivortaro | Vikicitaro | Vikifonto | Vikilibroj | Vikikomunejo | Vikispecoj
editar

A maioria dos advérbios do esperanto usam o sufixo regular e. Com o sufixo e pode-se construir advérbios a partir de substantivos, adjetivos e verbos: dome (fazer algo em casa), rapide (rapidamente), unue (primeiramente), parole (pela fala, verbalmente).[1][2]

Advérbios especiais[editar | editar código-fonte]

Alguns advérbios não terminam com -e, mas com a terminação -aŭ. Nem todas as palavras terminadas em -aŭ são advérbios e a maioria dos advérbios terminados em -aŭ tem outras funções, como hodiaŭ "hoje" (substantivo e advérbio) ou ankoraŭ "ainda" (conjunção ou advérbio). Cerca de uma dúzia de outros advérbios são raízes, como nun "agora", tro "muito, demais", sem contar os advérbios entre os correlativos.

Advérbios e o sufixo -aŭ[editar | editar código-fonte]

Ao lado dos sufixos de classe gramatical dedicados, como o adverbial -e, adjetival -a e nominal -o, o esperanto tem um sufixo gramaticalmente neutro, o -aŭ, que não tem classe definida. Palavras terminadas em -aŭ podem ser usadas para múltiplas funções gramaticais. Esses advérbios não são exatamente advérbios, mas exercem, além de outras, essa função. Esse sufixo não é eficiente, mas é limitado a um leque de palavras que Zamenhof criou. Para especificar a classe gramatical dessas palavras, os sufixos dedicados de casos podem ser adicionados ao -aŭ. Por exemplo, anstataŭ "ao invés de" (preposição e conjunção) é a base do advérbio anstataŭe "em vez", "como alternativa", o adjetivo anstataŭa "ad interim", o verbo anstataŭi "tomar o lugar de" e o substantivo anstataŭo "substituto". A maioria das palavras de sufixo -aŭ tem uso adverbial inerente; anstataŭ é uma das poucas exceções.[3][4]

As palavras adverbiais do sufixo -aŭ são:[5]

Esperanto Português classes gramaticais
almenaŭ pelo menos conjunção e advérbio
ambaŭ ambos adjetivo e advérbio
ankaŭ também advérbio
ankoraŭ ainda conjunção e advérbio
apenaŭ mal, escassamente advérbio
baldaŭ logo, em breve advérbio
ĉirkaŭ em torno, ao redor preposição e advérbio
hieraŭ ontem substantivo e advérbio
hodiaŭ hoje substantivo e advérbio
kvazaŭ como se conjunção e advérbio
morgaŭ amanhã substantivo e advérbio
preskaŭ quase advérbio

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ivy Kellerman Reed "A Complete Grammar of Esperanto" Chicago: D.C. Heath & Co., 1910 ISBN 978-1153581899
  2. Ludwik Lejzer Zamenhof "Fundamento de Esperanto", 1910
  3. Outras são adiaŭ "adeus", uma interjeição; antaŭ "antes de", uma preposição; kontraŭ "contra", uma preposição; malgraŭ "apesar de", uma preposição. A preposição laŭ "ao longo de" não é uma dessas palavras: é uma única raiz e apenas por coincidência contém .
  4. K. Kalocsay; G. Waringhien "Plena Analiza Gramatiko De Esperanto", Universala Esperanto-Asocio, 1980, pp. 121-122 ISBN 978-9290170327
  5. Émile Grosjean-Maupin " Plena Vortaro de Esperanto Kun Suplemento (9rd ed.), Esperanto League for North Amer, 1980, ISBN 978-0685716052.