Advanced planning and scheduling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

APS ou Advanced Planning & Scheduling refere-se a sistemas de Planejamento Avançado de Produção.

Esses sistemas são complementares aos tradicionais sistemas de gestão empresarial - ERPs . Caracterizam-se por um melhor controle dos recursos, considerando tanto a capacidade real dos recursos produtivos, bem como suas regras operacionais. Isso inclui: ferramentas, mão de obra e suprimento. Além disso, regra de negócio, como por exemplo prioridade por cliente ou por produto, podem também ser considerados.

Dessa forma, as seguintes funções são atribuídas a um sistema APS:

  1. Planejar a Demanda: usado para definir o que espera que seja vendido em um período, podendo vir de pedidos firmes ou de previsões de vendas;
  2. Planejar a Produção: encarregado de determinar o que produzir, em qual quantidade e quando será colocado em produção. É conhecido como Plano Mestre de Produção ou MPS;
  3. Planejar as necessidades de materiais: responsável por determinar o que comprar, quando e em qual quantidade. Com um APS, esse módulo é comandado pelo Planejamento de Produção;
  4. Programar a Produção: É o sequenciamento de cada operação das Ordens de Produção. Feito, considerando detalhes como capacidade produtiva, disponibilidade de estoque e principalmente regras relativas a setup de máquina. Deve tentar respeitar os prazos estabelecidos pelo Planejamento de Produção.
  5. Controle do chão de fábrica: responsável pelo apontamento de produção, indicando se uma operação da OP está na fila, já entrou em produção ou foi interrompida ou finalizada.

Exemplo de sistemas de APS

  1. Seed APS: sistema integrado de planejamento de produção, composto por Plano Mestre, . http://www.seed.com.br;
  2. JDA: Módulo de Planejamento do JDA, oriundo da antiga I2: http://www.jda.com;
  3. Oracle: módulo de planejamento da ERP da Oracle: http://www.oracle.com;
  4. SAP: SAP APO: Módulo de Planejamento da SAP: http://www.sap.com;
  5. Preactor: Sistema de Planejamento de origem britânica: http://www.preactor.com;
  6. Linter: SIstema de Planejamento de produção brasileiro, 100% focado em teoria das restrições: http://www.linter.com

Referências

  • TUBINO, D. Planejamento e Controle da Produção: Teoria e Prática. São Paulo : Ed. Atlas, 1994.
  • CORRÊA, H. L.; CORRÊA, GIANESI, I. G. N. CAON, M. Planejamento, programação e controle da produção: MRP II / ERP conceitos, uso e implantação. São Paulo : Atlas.2001.