Aeroporto de Berlim-Brandemburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: "Aeroporto de Berlim" redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Aeroporto de Berlim (desambiguação).
Aeroporto de Berlim-Brandemburgo
"Willy Brandt"
Flughafen Berlin Brandenburg
Aeroporto
IATA: BER - ICAO: EDDB
Características
Tipo Público
Administração Flughafen Berlin Brandenburg GmbH
Serve Berlim,  Alemanha
Localização Schönefeld,  Alemanha
Inauguração 31 de outubro de 2020[1]
Coordenadas 52° 21' 41" N 13° 30' 15" E
Altitude 48 m (157 ft)
Capacidade anual 27 milhões de passageiros
Website oficial Página oficial
Mapa
BER está localizado em: Berlim
BER
Aeroporto de Berlim-Brandemburgo
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
07L/25R 3 600  m (11 811 ft) Concreto
07R/25L 4 000  m (13 123 ft) Concreto

Interior do Terminal em construção 2013

O Aeroporto de Berlim-Brandemburgo "Willy Brandt" (IATA: BER, ICAO: EDDB), também conhecido como Hauptstadtflughafen (Aeroporto da Capital) é o principal aeroporto da capital alemã Berlim. Está situado em Schönefeld a 18 km ao sul do centro, no coração da região metropolitana de Berlim-Brandemburgo.[2] Depois de nove anos de atraso nas obras, o aeroporto foi inaugurado em 31 de outubro de 2020.[3] O novo aeroporto substituirá o Aeroporto de Berlim-Tegel após seu fechamento em 8 de novembro de 2020 e expandirá o Aeroporto de Berlim-Schönefeld com o novo nome.

Planos[editar | editar código-fonte]

O plano prevê uma capacidade inicial de até 27 milhões de passageiros por ano. Nos horários de pico decolarão e pousarão em média seis mil passageiros por hora. Dependendo da evolução, o aeroporto poderá ser expandido para atender até 45 milhões de passageiros. Distâncias curtas, infraestrutura ótima, e o conceito "tudo sob o mesmo teto" garantem conexões rápidas ao centro da capital alemã. O aeroporto é caracterizado por uma arquitetura moderna com linhas simples, com elementos que vão do arquiteto Schinkel a Bauhaus. O projeto do aeroporto é assinado pelo escritório Gerkan, Marg und Partner.

O aeroporto utilizará a pista e algumas das estruturas do Aeroporto de Berlim-Schönefeld, que será desativado juntamente com o Aeroporto de Berlim-Tegel e o Aeroporto de Berlim-Tempelhof, tendo este último já sido desativado em Outubro de 2008. Desta forma, o Berlim-Brandenburg International (nome em inglês, BBI) substituirá todos os aeroportos que atualmente servem a cidade de Berlim e arredores. Inicialmente as instalações poderão acomodar cerca de 30 milhões de passageiros e deveria ter sido aberto em 2017.[4] Em 29 de novembro de 2019 a sociedade operadora do aeroporto informou 31 de outubro de 2020 como data oficial de inauguração.[5]

Lista de deficiências[editar | editar código-fonte]

A lista de deficiências no aeroporto BER está aumentando desde setembro de 2015. Mais uma vez se trata de proteção contra incêndios e ainda é um problema inteiramente novo com o qual os responsáveis têm de lidar agora[6]. Se o aeroporto tivesse sido inaugurado em 2017, já entraria em funcionamento desfasado. Um total de 27 milhões de passageiros poderiam ser recebidos, mas a operadora do aeroporto contava com 33 milhões de passageiros em 2017.[7]

  • Paredes de fogo defeituosos
  • Ventiladores muito pesados
  • Extração de fumos defeituoso
  • Escadas rolantes demasiado curtos
  • Portas falsas
  • Recuperação de bagagem muito pequena

Abertura[editar | editar código-fonte]

Com cerca de seis anos de atraso[8] e deficiências técnicas ao longo da construção, o novo aeroporto de Schönefeld abriu em 31 de Outubro de 2020. Os custos foram estimados em mais de sete bilhões de euros[6], e cada dia de atraso custou mais de 17 milhões de euros. Os inquilinos do Aeroporto de Berlim-Brandemburgo vão entrar em problemas: falta-lhes o cliente, que são os passageiros em trânsito. Em causa estão problemas na segurança como a proteção contra incêndios e o bloqueio de portas.[9]

Terminais[editar | editar código-fonte]

Transporte Público[editar | editar código-fonte]

O aeroporto vai ser ligado com ônibus públicos, trens e táxis à área urbana. Existe uma estação no nível mais baixo do terminal. Duas linhas de S-Bahn partem a cada 10 minutos. A S9 parte para ao norte e a S45 vai para o anel sul de transportes públicos, enquanto as restantes quatro plataformas são ocupadas por os trens EuroCity, InterCity, InterCityExpress e Regional Express. InterCityExpress e InterCity ligam o aeroporto com Bielefeld, Hannover, Hamburgo, Dresden, Leipzig, Halle, Wolfsburg. Os comboios de EuroCity têm como destinos Wroclaw, Cracóvia, Amsterdã e Praga.[10]

Por sua vez, o Airport Express[11] e o serviço regional ferroviário também oferecem conexões diretas para vários pontos diferentes em Berlim e Brandemburgo. Os trens saem a cada 15 minutos da Estação Central de Berlim para o aeroporto e retorno em 30 minutos. Ao mesmo tempo, um serviço adicional de ônibus faz conexões entre o complexo aeroportuário e as opções de transporte público local com os autocarros expressos X7 e X11 fazem ligação entre BER e a estação de metro (U-Bahn) Rudow e a linha de metro U7 a cada cinco minutos. O autocarro X11 continua o seu percurso para Lichterfelde-Oueste e Dahlem. Outras linhas de ônibus também têm várias paradas em estações que oferecem conexões para o transporte público em Berlim e outros pontos na região de Brandenburgo.[12]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Novo aeroporto de Berlim deve finalmente começar a operar em 2020». DW Brasil. 29 de novembro de 2019 
  2. (em alemão) O novo mega-aeroporto alemão: Berlim-Brandemburgo, avioesemusicas.com, recuperado 21 de setembro 2015
  3. Aeroporto em Berlim é inaugurado com 8 anos de atraso folha.uol.com.br, 31 de outubro de 2020
  4. Projeto do novo aeroporto de Berlim acumula falhas e adiamentos, dw.com, recuperado 21 de setembro 2015
  5. «Flughafen Berlin Brandenburg: BER soll am 31. Oktober 2020 öffnen – Umzug in drei Schritten geplant». handelsblatt.com. Consultado em 29 de novembro de 2019 
  6. a b Welle (www.dw.com), Deutsche. «Novo aeroporto de Berlim finalmente recebe certificação para operar | DW | 30.04.2020». DW.COM. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  7. (em alemão) Debatte über Abriss ist „blanker Unsinn“, handelsblatt.de, recuperado em 29 de setembro 2015
  8. (em castelhano) El Aeropuerto no esta operativo hasta el 2018. candas365.es, 21 de janeiro 2017
  9. «Abertura de novo aeroporto internacional de Berlim volta a ser adiada». Notícias ao Minuto. 7 de janeiro de 2013. Consultado em 10 de novembro de 2020 
  10. (em alemão) Bus und Bahn, berlin-airport.de, recuperado 21 de setembro 2015
  11. (em alemão) Regionalbahn/Airport Express[ligação inativa], berlin-airport.de, recuperado 21 de setembro 2015
  12. (em alemão) Bus[ligação inativa], berlin-airport.de, recuperado 21 de setembro 2015

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aeroporto de Berlim-Brandemburgo


Ícone de esboço Este artigo sobre um aeroporto é um esboço relacionado ao Projeto Aviação. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.