Aeroporto de Caxias do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Aeroporto de Caxias do Sul
Aeroporto
Aeroporto Regional Hugo Cantergiani
IATA: CXJ - ICAO: SBCX
Características
Tipo Público
Administração DAP-RS
Serve Região da Serra Gaúcha
Localização Brasil Caxias do Sul, RS
Inauguração 1 de março de 1941 (80 anos)
Coordenadas 29° 11' 44" S 51° 11' 23" O
Altitude 754 m (2 474 ft)
Movimento de 2020
Passageiros 53,485 passageiros
Carga 159,516Kg
Aéreo 552 pousos e decolagens
Capacidade anual 600 mil
Principais companhias Azul Linhas Aéreas
Gol Linhas Aéreas
Mapa
SBCX está localizado em: Brasil
SBCX
Localização do aeroporto no Brasil
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
15 / 33 2 000  m (6 562 ft) Asfalto
Notas
Dados do DECEA[1] e da ANAC[2]

O Aeroporto Regional de Caxias do Sul - Hugo Cantergiani (CXJ/SBCX) é um aeroporto localizado em Caxias do Sul, no estado brasileiro do Rio Grande do Sul. É o segundo aeroporto mais movimentado do estado do Rio Grande do Sul, sendo a melhor opção para turistas que visitam a região turística da Serra Gaúcha, notadamente as estâncias turísticas da Região das Hortênsias (municípios de Gramado, Canela, Cambará do Sul, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula), da região do Vale dos Vinhedos (municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul), da Rota Turística Caminhos da Colônia (municípios de Caxias do Sul e Flores da Cunha), além do Parque Nacional de Aparados da Serra devido sua curta distância de ambos.

A Prefeitura de Caxias do Sul participa da gestão do Aeroporto, por meio de um Acordo de Gestão, integrando Comissão Paritária para a administração aeroportuária responsabilizando-se pela guarda e vigilância do sítio aeroportuário e pela gestão dos recursos humanos em serviço no Aeroporto.

É classificado no Plano Aeroviário do Estado do Rio Grande do Sul (PARGS), como Aeroporto Nacional, servindo mais de 34 municípios da região da Serra do Estado. Atualmente, liga, diariamente, Caxias do Sul a São Paulo através da Gol Linhas Aéreas, operando aeronave Boeing 737-700 e 737-800 e a Azul Linhas Aéreas operando aeronaves Embraer 195 e Embraer E2 para Campinas.

História[3][editar | editar código-fonte]

Inaugurado em março de 1941, o aeroporto de Caxias do Sul acompanhou a evolução da aeronáutica nas últimas oito décadas. Além da pista, anteriormente localizada no atual bairro Cinquentenário, também surgia em fevereiro daquele ano o Aeroclube de Caxias do Sul, com o objetivo de formar pilotos.

A solenidade contou com a presença do jornalista Assis Chateaubriand, que lançou a Campanha Nacional da Aviação, projeto que instrumentalizou as escolas de aviação.

Conforme o pesquisador Roberto Grazziotin, o aeroporto mudou-se para o bairro Salgado Filho em 1954. Mesmo sem uma satisfatória tecnologia operacional nos primórdios, pousavam em Caxias do Sul as companhias da Real-Aerovias, Sadia e Varig.

Em 1972, com a intenção de receber o presidente Médici, a pista de 1,5 mil metros foi asfaltada. Mas o forte impulso desencadeou-se em 1987, quando o aeroporto recebeu melhorias e o Estado iniciou obras de instalação de instrumentos e ampliação da pista de pouso/decolagem de 1500 m para 2000 m, bem como do terminal de passageiros para a instalação da linha regular entre Caxias/São Paulo.

Os passageiros utilizavam o avião Brasília, de 30 lugares, da empresa Rio-Sul, cujos voos eram programados entre segunda e sexta-feira.

Foto: Studio Geremia, divulgação
A inauguração do primeiro aeroporto, em 1941.

A chegada do Boeing 737-500 da Rio-Sul sinalizou a demanda e a crescente evolução aeroportuária do município. Em dezembro de 1993, iniciaram-se os testes com um moderno avião para fazer a conexão Caxias/Congonhas (SP), com escala em Porto Alegre.

Este modelo de aeronave tinha capacidade para 108 passageiros e substituiu o Brasília. Em fevereiro de 1996 entrou em operação a empresa TAM, que permaneceu até março de 2008.

A empresa Gol Linhas Aéreas, que chegou ao mercado brasileiro com inovações e preços competitivos, instalou seus serviços no aeroporto caxiense em 27 de outubro de 2004. Naquela ocasião, o primeiro voo com um Boeing 737-700 registrou a chegada de 57 passageiros e embarcou 82 com destino a São Paulo.

Em 10 de novembro de 2011, a Azul passou a oferecer os serviços com linhas diárias para Curitiba e Campinas.

Também houve breves operações com as companhias NHT (16/10/2006) e BRA (27/4/2007).

Foto: Luis Carlos Leite, reprodução/Pioneiro
Imagem do primeiro voo regular Caxias-São Paulo em 1988.
Foto: Gilmar Gomes, banco banco de dados/pioneiro/10-12-1993
Boeing da Rio Sul marcou crescimento dos voos a partir de 1993.
Foto: banco de dados/Pioneiro/17-10-2004
Gol fez sua estreia em Caxias, em 2004.
Foto: Pioneiro
Em 10 de novembro de 2011, a Azul passou a oferecer os serviços com linhas diárias para Curitiba e Campinas.

Desde então a demanda de passageiros e carga não parou de crescer.[4]

O aeroporto faz parte do sistema de aeroportos objeto de concessão federal ao estado do Rio Grande do Sul, administrado através do DAP (Departamento Aeroportuário do Rio Grande do Sul).

O aeroporto passou por reforma de 2010 a 2012 e em 2017[5].

O pátio de aeronaves passou por reformulação e pintura em 2020.

Movimento de Passageiros e Carga[6][editar | editar código-fonte]

Ano Passageiros Carga
2014 194,717 470,017Kg
2015 168,382 298,002Kg
2016 181,626 457,659Kg
2017 187,011 485,202Kg
2018 183,175 523,752Kg
2019 208,092 486,239Kg
2020 53,485 159,516Kg

Tráfego Anual de Passageiros em voos comerciais no Aeroporto de Caxias do Sul:

Fonte: Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Segurança[editar | editar código-fonte]

O Sistema de proteção ao voo é dotado de equipamentos que permitem operações visuais e por instrumentos, diurnas e noturnas, em condições meteorológicas adversas.

Pátio[editar | editar código-fonte]

  • Capacidade para 3 Boeings 737-700, 737-800 ou 3 Embraer 195/195E2.
  • 2 Posições para Portão de Embarque (Pátio A) e 5 remotas (Pátios B C e D, sendo 2 helipontos, 1 posição aeronave comercial remota, 3 posições para aeronaves de pequeno porte e 1 para aeronave privada de grande porte).


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um aeroporto é um esboço relacionado ao Projeto Aviação. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.