Aeroporto de Joaçaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Joaçaba
Aeroporto
Aeroporto Santa Terezinha
IATA: JCB - ICAO: SSJA
Características
Tipo Público
Administração Municipal
Serve Joaçaba e Região Metropolitana do Contestado
Localização Joaçaba, SC Brasil Brasil
Inauguração maio de 1949 (69 anos)
Coordenadas 27° 10' 22" S 51° 33' 06" O
Altitude 776 m (2 546 ft)
Mapa
SSJA está localizado em: Santa Catarina
SSJA
Localização do aeroporto em Santa Catarina
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
15 / 33 1 260  m (4 134 ft) Asfalto
Notas
Dados da Secretaria Nacional de Aviação Civil [1]

O Aeroporto Santa Terezinha (IATA: JCB, ICAO: SSJA) é um aeroporto público brasileiro que serve ao município de Joaçaba e à região metropolitana do Contestado, no estado de Santa Catarina. Foi inaugurado em maio de 1949. Sua localização na região meio-oeste de Santa Catarina é privilegiada, estando aproximadamente a 450 km das capitais do sul do Brasil, a 300 quilômetros de fronteira com a Argentina e no centro do maior celeiro de aves e suínos do mundo. Não opera voos regulares comerciais desde 2013[2].

O aeroporto[editar | editar código-fonte]

Pistas[editar | editar código-fonte]

Principal (15/33):

  • Comprimento: 1 260 m
  • Largura: 18 m
  • Tipo de pavimento: asfalto
  • Resistência (PCN): 10/F/C/Y/U

Acesso[editar | editar código-fonte]

Está localizado às margens da BR-282, no bairro São Braz.

Distância ao centro da cidade[editar | editar código-fonte]

6 km

Acidentes e incidentes[editar | editar código-fonte]

  • Em 30 de agosto de 1975, o avião das Centrais Elétricas de Santa Catarina, com prefixo PT-IGK partiu de Florianópolis, às 14h40, em direção a Joaçaba, levando os pilotos Mário Eberle Schaefer e Hans Adolfo Haeger e os passageiros Adolfo Zigelli, secretário de imprensa de Santa Catarina; Airton Saul Pretto, superintendente nomeado do Fundo de Desenvolvimento do Estado; seu irmão, o chefe de gabinete da Secretaria da Fazenda, Sérgio Antônio Pretto; e o menor Rodrigo Bonato, de nove anos, filho do secretário da fazenda do Estado, Ivã Bonato. Bonato foi o único sobrevivente.[3]
  • Em 4 de agosto de 1963, um Douglas DC-3 da Sadia Transportes Aéreos, com registro PP-SLL em rota de Joaçaba para Videira, bateu em um morro em Ibicaré quando se aproximava do destino final, por conta da pouca visibilidade. Todos os 10 ocupantes morreram, sendo 4 tripulantes e 6 passageiros.[4][5]


  1. «Aeroporto de Joaçaba (SSJA)». Consultado em 4 de abril de 2019 
  2. Aeroporto de Joaçaba cancela voos diários - G1 Santa Catarina - Jornal do Almoço - Catálogo de Vídeos, consultado em 4 de abril de 2019 
  3. «Cinco mortos em desastre de avião». Folha de S. Paulo. 31 de agosto de 1975. Consultado em 4 de abril de 2019 
  4. [http://www.desastresaereos.net/ac_br_1963.htm «DESASTRES A�REOS - ACIDENTES BRASIL EM 1963»]. www.desastresaereos.net. Consultado em 4 de abril de 2019  replacement character character in |titulo= at position 12 (ajuda)
  5. «Avião cai em SC: 10 mortos». Folha de S. Paulo. 8 de maio de 1963. Consultado em 4 de abril de 2019