Aeroporto de Uberaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Aeroporto de Uberaba
Mário de Almeida Franco


IATA: UBA - ICAO: SBUR
Tipo Público
Administração Infraero
Serve Uberaba e Região
Localização Não disponível
Inauguração 23 de maio de 1935


Altitude 803 m (2 635 ft)
Movimento em 2013 (janeiro a dezembro) 147.345 em 2013
9.449 Kg de carga
7731 aeronaves
Capacidade anual 200.000 passageiros
Website oficial Página oficial
Pistas
1
Cabeceiras Comprimento Superfície
17/35 1 759 m (5 771 ft) Asfalto

O aeroporto de Uberaba - Mário de Almeida Franco é um dos melhores e maiores aeroportos do estado de Minas Gerais, classificado na categoria A, no qual operam regularmente aeronaves ATR-42 e ATR-72, com frequências diárias para Aeroporto Internacional de Campinas, Aeroporto de Confins, Aeroporto de Guarulhos, Uberlândia e conexões.

História[editar | editar código-fonte]

Em 14 de abril de 1934, foram efetivados os voos inaugurais da rota São Paulo/Uberaba com escala em Ribeirão Preto, pela empresa VASP com dois bimotores “Monospar ST4” de quatro lugares com três frequências semanais (2ª, 4ª e 6ª feira) marcam o início das atividades do então Campo de Aviação de Uberaba.

O Terminal de Passageiros foi inaugurado na década de 50. Mas apenas em 1958, quando a Prefeitura Municipal, na época representada pelo Sr. Prefeito Artur de Mello Teixeira fez a doação do Campo de Aviação de Uberaba para o então Ministério da Aeronáutica, o campo de aviação foi elevado para Aeroporto com a denominação de “Aeroporto Santos Dumont”. Aeroporto hoje é denominado Aeroporto de Uberaba Mário de Almeida Franco de Acordo com a Lei federal 11.519, de 14 de setembro de 2007.

Em 1980 a INFRAERO assumiu o controle e administração do aeroporto de Uberaba. A partir desta data foram iniciadas as modernizações de todo sistema operacional, administrativo e de segurança. Dentre elas a instalação de sistemas de navegação aérea, implantação de torre de controle, sistemas de balizamento noturno, estação meteorológica de superfície, tetometro a laser, farol rotativo de aeródromo, construção de seção conta incêndio com operação 24 horas, reforma e ampliação do terminal de passageiros em 2008 que ampliou a capacidade operacional de 100.000 (cem mil) para 200.000 (duzentos mil) passageiros ano.

Companhias aéreas que já operaram em Uberaba[editar | editar código-fonte]

Em 12 de novembro de 1933, em uma cerimônia no Campo de Marte, a VASP inaugurou as primeiras linhas para o interior paulista, (São Paulo-Ribeirão Preto-Uberaba e São Paulo-São Carlos-Rio Preto) com frequência de três viagens semanais.[1]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Administrado pela Infraero desde 1980, o Aeroporto de Uberaba- Mário de Almeida Franco tem uma pista de pouso asfaltada de 1.780 m de comprimento e 45 m de largura. Localiza-se a apenas 3 km do centro da cidade de Uberaba. Conta com estacionamento para veículos, locadoras de carros, e terminal de passageiros de 2.000 com capacidade para 200 mil passageiros por ano. Com as reformas e ampliação o aeroporto teve a ampliação do terminal de passageiros do aeroporto, com readequação de salas de embarque e desembarque, modernização das áreas de check-in, construção de mirante com praça de alimentação e sanitários e reforma e adequação da pista. E ainda a construção da nova área para navegação aérea, com segundo piso dotado de auditório, e implantação de elevador para acesso à torre de controle.

O aeroporto possui vôos regulares e diários para Campinas, Belo Horizonte-Confins, São Paulo-Guarulhos, Uberlândia e mais 80 destinos com conexões.

Atualmente o aeroporto é servido pelas aeronaves ATR-42 e ATR-72. A pista ainda pode receber vôos regulares com aeronaves Boeing 737, Airbus A319 e A320, Fokker 27, Fokker 100, Embraer 175, Embraer 190 e Embraer 195.

Complexo do aeroporto[editar | editar código-fonte]

  • Área: 1.182.451,39 m²,
  • Pátio das aeronaves: 14.768,10 m²,
  • Pista: 1759 m x 45 m,
  • Terminal de passageiros:2.000 m²,
  • Capacidade: 200.000 passageiros/ano, opera atualmente 8 vôos diários.[2]

Operação de aeronaves[editar | editar código-fonte]

Azul[editar | editar código-fonte]

  • ATR-72
  • Embraer 190 Ej

Passaredo[editar | editar código-fonte]

  • ATR-72

Azul Linhas Aéreas Brasileiras: Campinas, Confins e Araxá.

Passaredo Linhas Aéreas Brasileiras: Brasília, Guarulhos e Uberlândia.

Acidentes[editar | editar código-fonte]

Em 24 de maio de 1982 um avião prefixo PT-KZI da TAM, um Learjet 25B, derrapou na pista do aeroporto de Uberaba, em Minas Gerais, parando dentro de uma vala. A causa do acidente foi um defeito nos freios e no reverso do aparelho. Felizmente os dez ocupantes saíram com vida.[3]

No dia 11 de dezembro de 2004, um avião da Embraer modelo Bandeirante, caiu após a decolagem sobre duas casas no bairro Pontal, matando três pessoas, o piloto o co-piloto e uma pessoa em terra.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências