Afonso Hermiges de Baião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Afonso Hermiges de Baião (1150 -?) foi um fidalgo e Cavaleiro medieval do Reino de Portugal. Entre 1175 e 1187 foi detentor da Tenência de Tendais, freguesia e paróquia portuguesa do concelho de Cinfães, terra que tradicionalmente sempre esteve sob o domínio da família Baião. Recebeu esta tenencia depois de esta ter sido governada por seu sogro Afonso Viegas “Moço”.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Casou por duas vezes, a primeira com Teresa Peres de Bragança (1175 -?), filha de Pedro Fernandes de Bragança (1130 -?) e de Fruilhe Sanches de Celanova (1140 -?) de quem teve:

  1. Lopo Afonso de Baião casado com Aldara Viegas de Alvarenga.
  2. Ponço Afonso do Baião (1190 - 1235) casado com Mor Martins de Riba de Vizela (1200 -?).
  3. Berengária Afonso de Baião (1200 -?) casado com D. João Fernandes de Lima, “o Bom” (1170 - 1245), filho de D. Fernando Arias (1130 -?).

O segundo casamento foi com Urraca Afonso (1150 -?), filha de Afonso Viegaso Moço” (1110 -?) e de Aldara Pires Espinhel (1115 -?), de quem teve:

  1. Pedro Afonso de Baião (1170 -?) casou com Maria Fernandes Acha.
  2. Rodrigo Afonso de Baião casou com Maria Gomes da Silva

Referências[editar | editar código-fonte]

  • José Augusto de Sotto Mayor Pizarro, Linhagens Medievais Portuguesas - 3 vols, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 1999. vol. 1-pg. 237 e vol. 1-pg. 297.
  • Gayo, Manuel José da Costa Felgueiras, Nobiliário das Famílias de Portugal, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989. vol. I-pg. 600 (Azevedos).


Ícone de esboço Este artigo sobre figuras históricas de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.